Schumacher desiste de voltar à Fórmula 1 | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 11.08.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schumacher desiste de voltar à Fórmula 1

Schumacher pretendia assumir o lugar de Felipe Massa até que o brasileiro se recuperasse. Mas as dores no pescoço, vestígios de um acidente de moto, impediram o retorno.

default

Depois de causar expectativa e impulsionar a venda de ingressos para o Grande Prêmio da Europa, o piloto alemão Michael Schumacher anunciou nesta terça-feira (11/08) que desistiu de voltar à Fórmula 1.

No final de julho, o piloto alemão movimentou os bastidores do Mundial ao anunciar que voltaria às pistas no lugar do brasileiro Felipe Massa, que sofrera grave acidente nas classificatórias para o Grande Prêmio da Hungria, em 25 de julho.

Schumacher explicou que ainda não conseguiu se recuperar totalmente do acidente de moto sofrido em fevereiro e por isso não conseguiria pilotar o carro de Massa. "Eu tentei de tudo para conseguir voltar, mas, infelizmente, não deu certo", explicou.

"Infelizmente nós não conseguimos fazer com que a dor no pescoço parasse, mesmo com o tratamento médico e terapêutico", disse o piloto em seu site. "Eu sinto muito por todos os fãs que torceram por mim", lamentou.

A volta de Schumacher estava prevista para a próxima corrida, em 23 de agosto, em Valência, na Espanha. Depois de vencer o Mundial sete vezes, ele se aposentou em 2006 e passou a disputar provas de motociclismo. Em fevereiro último, Schumacher sofreu um acidente durante um treino no circuito de Cartagena, onde fraturou o pescoço.

Novo substituto

Com a desistência de Schumacher, Luca Badoer, veterano piloto de teste da Ferrari, vai assumir o carro de Massa até a recuperação do brasileiro. Badoer, de 38 anos, já correu pela Ferrari, Minardi e Forti entre 1993 e 1999, mas nunca marcou ponto no Mundial.

"Eu sinto muito pelo problema de Schumacher que o impediu de voltar às corridas. Em acordo com Stefano Domenicali, nós decidimos dar a Luca Badoer a chance de correr pelo time depois de muitos anos de trabalho como piloto de teste", disse Luca di Montezemolo, presidente da escuderia italiana.

Recuperação de Massa

Massa recebeu alta do hospital Albert Einstein, em São Paulo, na terça-feira passada (04/08). O brasileiro ficou internado por nove dias no hospital militar AEK, em Budapeste, na Hungria até voltar para o Brasil.

O brasileiro sofreu múltiplas fraturas no crânio e se recupera bem das cirurgias. Ainda não se sabe quando Massa estará de volta às pistas.

NP/dpa/reuters
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais