1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schröder encerra convenção com apelo contra o desemprego

A convenção nacional do SPD foi encerrada em Nurembergue, nesta quinta-feira, com um apelo do chanceler contra as demissões de empregados.

default

Gerhard Schröder agradeceu o apoio recebido das bases social-democratas

O chefe do governo alemão Gerhard Schröder conclamou o setor econômico a abrir mão de novas demissões. Especialmente as grandes empresas não devem usar a crise da conjuntura econômica mundial como pretexto para medidas de racionalização, aumentando ainda mais o desemprego em massa. O discurso do chanceler foi pronunciado no encerramento da convenção nacional do Partido Social Democrático (SPD), nesta quinta-feira, em Nurembergue.

O presidente do SPD e chefe do governo alemão fez um balanço positivo da convenção de Nurembergue: "Eu lhes solicitei insistentemente o apoio para a política do governo federal alemão. Vocês deram um apoio tão grande, como eu próprio não esperava". Com isto, a base do partido teria contribuído para "tornar mais fácil, nesta época difícil" o trabalho do governo, disse Schröder.

O discurso do chanceler federal encerrou a convenção nacional do SPD, que teve a duração de quatro dias. Durante o congresso, os 523 delegados dos diretórios regionais reelegeram a diretoria do partido, debateram e votaram um total de 385 requerimentos concernentes à política e à organização partidária. No seu terceiro dia, a convenção nacional aprovou também as diretrizes econômica e social do SPD, sancionando entre outras coisas a rigorosa política de austeridade do governo de Berlim.