1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Schröder defende autonomia dos acordos coletivos de trabalho

Falando nesta quarta-feira (29) perante o congresso da Confederação Sindical Alemã (DGB) em Berlim, o chanceler federal Gerhard Schröder defendeu a autonomia de negociações e acordos coletivos entre empregados e patrões. Para o chefe do governo alemão, as recentes negociações realizadas nos setores da indústria química e da construção civil teriam provado que os sindicatos e os representantes patronais não necessitam de influência externa.

Schröder criticou a oposição democrata-cristã, para a qual o direito de autonomia na negociação salarial seria algo indesejável. Com isto, afirmou o chanceler, a CDU-CSU estaria tentando liquidar a dimensão social da economia de mercado. Ele conclamou a oposição a aprovar no Conselho Federal ( Bundesrat), na próxima sexta-feira, o projeto de lei que exige o estrito cumprimento dos acordos coletivos, por parte de todas as empresas contratadas para a execução de obras públicas.