1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Schröder, a geração pós-guerra chega ao poder na Alemanha

De origem humilde, Schröder terminou os estudos em curso supletivo. Foi governador da Baixa Saxônia e é o sétimo chanceler federal da Alemanha.

default

Schröder, em foto de setembro de 2001

De família luterana, Gerhard Fritz Kurt Schröder nasceu em 7 de abril de 1944 no vilarejo de Mossenberg (Estado da Renânia do Norte-Vestfália). Seu pai, Fritz Schröder, um simples servente, morreu em combate na Romênia durante a Segunda Guerra Mundial, sem nunca ter visto o filho. Em ambiente modesto, Schröder e seus quatro irmãos foram criados pela mãe Erika, que garantia o sustento trabalhando como doméstica, faxineira e operária.

Por ser o filho homem mais velho, Schröder interrompeu os estudos aos 14 anos, após concluir o ensino fundamental, para ajudar a família. Trabalhou como servente de obras e comerciário, conseguindo terminar o ensino médio em 1966, através de supletivo noturno. Neste mesmo ano, começou a cursar Direito na Universidade de Göttingen.

Filiação e ascensão no SPD – Antes disso, Schröder já estava filiado ao Partido Social Democrático (SPD) desde 1963, militando na Juventude Socialista (Juso). Diplomou-se em 1971 e, somente cinco anos depois, completou o estágio obrigatório, obtendo o registro profissional para exercer a advocacia.

Em 1978, Schröder deu dois passos importantes em suas carreiras política e profissional. Foi eleito presidente da Juso e estabeleceu-se como advogado em Hanôver, só fechando o escritório em 1990 para dedicar-se exclusivamente à política.

Devido à idade, Schröder teve de passar a presidência da Juventude Socialista adiante em 1980. Meses depois, assumiu pela primeira vez um mandato de deputado federal. Seis anos mais tarde, transferiu-se para a Assembléia Legislativa da Baixa Saxônia para exercer a liderança da bancada social-democrata.

Governador e chanceler federal – Em 1990, Schröder tornou-se governador da Baixa Saxônia, adotando um estilo pragmático e negociador, administrando uma coalizão com o Partido Verde. Reeleito duas vezes, transformou-se em candidato natural à chefia do governo federal em 1998.

Com a vitória nas urnas, o SPD aliou-se ao Partido Verde para somar maioria no Bundestag (parlamento federal), formar o novo gabinete, pôr fim a 16 anos do governo cristão-liberal de Helmut Kohl e eleger Gerhard Schröder o sétimo chanceler federal da Alemanha pós-guerra.

Um ano antes, em 1997, Schröder casara-se pela quarta vez, com a jornalista Doris Köpf, 19 anos mais jovem e que trouxe uma filha para a união. Apesar dos vários casamentos, Schröder não tem filhos.

Todos os chanceleres federais do pós-guerra

  • 1949-1963 - Konrad Adenauer (CDU)
  • 1963-1966 - Ludwig Erhard (CDU)
  • 1966-1969 - Kurt Georg Kiesinger (CDU)
  • 1969-1974 - Willy Brandt (SPD)
  • 1974-1982 - Helmut Schmidt (SPD)
  • 1982-1998 - Helmut Kohl (CDU)
  • 1998-? - Gerhard Schröder (SPD)
  • Links externos