1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Scharping prepara redução das tropas alemãs nos Bálcãs

O ministro da Defesa, Rudolf Scharping, iniciou visita de inspeção às tropas da Alemanha nos Bálcãs, anunciando uma redução do contingente das Forças Armadas alemãs na região, ainda este ano.

default

Rudolf Scharping (esq.), com o comandante alemão no Kosovo, general Millotat, em visita anterior

A visita do ministro alemão da Defesa às tropas estacionadas nos Bálcãs teve início na Macedônia, nesta segunda-feira (25), e terá a duração de dois dias. Através de conversações com militares e políticos, Scharping pretende informar-se amplamente sobre a situação local, antes da planejada redução do contingente das forças de paz na região. A visita oficial teve início com um encontro entre o presidente macedônio, Boris Trajkovski, e o ministro alemão, no qual foram tratadas questões de segurança.

Na terça-feira, Rudolf Scharping prossegue a sua viagem para a região de Kosovo e a Bósnia-Herzegóvina, onde inspeciona as tropas ali estacionadas. Na Macedônia, há um contigente de cerca de 600 soldados alemães; no Kosovo, 4700 e na Bósnia-Herzegóvina, 1700. As suas tarefas são, porém, distintas. Enquanto na Macedônia, por exemplo, as tropas são responsáveis exclusivamente pela proteção dos observadores internacionais, no Kosovo elas são encarregadas da segurança pública e do controle nas fronteiras.

Segundo o ministro da Defesa, o engajamento militar alemão nos Bálcãs será reduzido ainda no correr deste ano. Scharping reivindicou o "desenvolvimento de claras perspectivas para a redução do engajamento no Kosovo e na Bósnia". Nesse processo, a Bundeswehr deve ser dispensada da execução de tarefas civis, como no setor policial.

A diminuição das tropas alemãs na região da antiga Iugoslávia é condição indispensável para que a Alemanha possa assumir maiores responsabilidades internacionais em outras regiões, como o Afeganistão ou o norte da África, afirmam fontes do Ministério da Defesa.