Schalke vence e assume liderança com derrota do Hoffenheim | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 01.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Schalke vence e assume liderança com derrota do Hoffenheim

Bayer Leverkusen tira o Hoffenheim da liderança com goleada de 5 a 2. Schalke vence o Bochum e é o novo líder. No retorno de Diego, Bremen é derrotado pelo Borussia Mönchengladbach.

default

Heiko Westermann (e), autor do gol do Schalke, disputa bola com Philipp Boenig

A vitória de 1 a 0 sobre o Bochum no sábado (30/08) garantiu a liderança do Campeonato Alemão para o Schalke. O gol da vitória foi marcado por Heiko Westermann aos 36min do primeiro tempo, após cruzamento do brasileiro Rafinha.

A exemplo do jogo contra o Atlético de Madri, na quarta-feira passada, quando foi goleado por 4 a 0, o Schalke voltou a jogar mal. Mas jogadores e direção minimizaram a má apresentação e destacaram os três pontos e a liderança.

"Só os resultados são importantes no início da Bundesliga. Não há nenhum concurso de beleza a ser vencido", declarou o diretor esportivo Andreas Müller. Para o zagueiro Christian Pander, no atual momento apenas a vitória interessa à equipe. "Um dia também iremos voltar a jogar bem."

Leverkusen goleia Hoffenheim

Fußball Bundesliga Stefan Kiessling

Stefan Kiessling marcou duas vezes contra o Hoffenheim

Em Leverkusen, o Bayer goleou o novato Hoffenheim, que liderava a competição antes da terceira rodada. Os gols de Karim Haggui, Manuel Friedrich, Tranquillo Barnetta e Stefan Kiessling (duas vezes) garantiram a vitória por 5 a 2. Vedad Ibisevic e Sejad Salihovic descontaram.

O milionário Dietmar Hopp, que patrocina o clube, disse não dar importância à derrota. "Afinal, nosso único objetivo é escapar do rebaixamento", afirmou. Ele elogiou a apresentação da equipe e disse que o placar não refletiu o jogo. "Os dois gols no final da partida dão uma idéia falsa."

É a mesma opinião do diretor esportivo Jan Schindelmeiser. "Cinco gols soa forte demais, pois jogamos bem em alguns momentos." Ele disse que a derrota não terá um efeito negativo sobre a equipe. "Não entramos em euforia antes, nem vamos cair em depressão agora."

Demais jogos

Fußball Bundesliga Rob Friend und Torsten Frings

Frings (e), Rob Friend e Naldo no jogo entre Bremen e Gladbach

Surpreendente foi a derrota do Werder Bremen para o Borussia Mönchengladbach por 3 a 2. O placar chegou a marcar 3 a 0 para os donos da casa, mas o Bremen descontou com gols de Cláudio Pizarro e Diego.

Em três rodadas, o Bremen empatou dois jogos e perdeu um, garantindo apenas dois pontos em nove disputados. É o pior início de temporada do clube desde 1999.

Já o rival Hamburgo também começou perdendo, mas conseguiu reverter o placar adverso de 2 a 0 e derrotou o Arminia Bielefeld por 4 a 2. O Hamburgo é o vice-líder da Bundesliga.

Bundesliga München Berlin Luca Toni nach Treffer

Luca Toni marcou o primeiro gol do Bayern de Munique

O Wolfsburg, que comemorou o retorno de Grafite, empatou em 2 a 2 com o Arminia Bielefeld. O brasileiro fez um gol de pênalti e ainda teve uma finalização equivocadamente anulada pela arbitragem.

A vitória de 1 a 0 sobre o Energie Cottbus garantiu a terceira colocação ao Borussia Dortmund. No domingo, o Bayern de Munique conseguiu sua primeira vitória na atual temporada. A equipe bávara derrotou o Hertha Berlim por 4 a 1, com gols de Luca Toni, Lahm, Schweinsteiger e Klose. Pantelic descontou para os berlinenses.

Desmaio em Kaiserslautern

Um susto marcou a abertura da rodada, na sexta-feira. O capitão do Colônia, Ümit Özat, de 31 anos, havia desmaiado em campo e teve de ser reanimado pelos médicos no primeiro tempo do jogo contra o Kaiserslautern.

O jogador foi transportado para uma clínica e após uma pausa de cinco minutos o árbitro consultou as equipes sobre o prosseguimento da partida, que terminou em 2 a 0 a para o Colônia.

Uma primeira bateria de exames realizada em Kaiserslautern não revelou a causa do desmaio. Segundo o treinador Christoph Daum, o jogador teria ingerido muito pouco líquido e por isso sofreu um colapso circulatório. Os exames prosseguem na clínica universitária de Colônia.