Schalke faz primeira partida como líder, na abertura da 14ª rodada | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 24.11.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Schalke faz primeira partida como líder, na abertura da 14ª rodada

Pela primeira vez o Schalke entrará em campo como líder da atual temporada da Bundesliga. O time de Gelsenkirchen enfrenta o Bochum em casa, na abertura da rodada. Werder, Stuttgart e Bayern também disputam a liderança.

default

Recuperado de lesão, o brasileiro Lincoln (e) retorna ao Schalke nesta rodada

A 14ª rodada da Bundesliga tem um gosto especial para o Schalke, que enfrenta o Bochum em casa nesta sexta-feira (24/11). É a primeira vez que o time de Gelsenkirchen entra em campo como líder do campeonato, nesta temporada. Antes, outras seis equipes já estiveram no topo da tabela: Bayer Leverkusen, Nürnberg, Hertha Berlim, Bayern de Munique, Werder Bremen e Stuttgart.

Desde a primeira rodada, o Schalke sempre esteve entre os primeiros colocados e por um pequeno detalhe não chegou antes à liderança do Campeonato Alemão. Na oitava rodada era o segundo colocado, empatado em pontos com o então líder Werder, que ocupava a primeira posição em função do saldo de gols.

Ninguém duvida do favoritismo do Schalke, mas muitos torcedores do próprio time ainda se recordam da humilhante goleada para o Bochum por 6 a 0, em 1981. Foi a maior derrota do Schalke em casa e a maior vitória do Bochum fora de casa, na história do Campeonato Alemão. No último confronto, na temporada passada, o time de Gelsenkirchen venceu por 3 a 2.

Bundesliga 33. Spieltag FSV Mainz 05 gegen FC Schalke 04

Quatro brasileiros jogam no confronto entre Schalke e Bochum, entre eles o zagueiro Bordon (d)

Será a partida mais "verde-amarela" da rodada. Quatro brasileiros estão relacionados, o que não inclui o atacante Kevin Kuranyi, que defende a seleção alemã. O Schalke também conta com o lateral Rafinha e o zagueiro Bordon, confirmados no time titular, e o meia Lincoln, que retorna de lesão e deve ficar no banco. Pelo Bochum joga Fábio Júnior, que não teve um bom aproveitamento no ataque do time e, em função disso, sustenta a reserva.

Lincoln está recuperado de uma lesão na coxa, que o tirou do time nas últimas cinco rodadas da Bundesliga. "Nós já jogamos bem com o Lincoln e também sem ele", declarou Mirko Slomka, elogiando o brasileiro sem deixar de valorizar o trabalho dos jogadores que atuaram nas últimas rodadas. O meia Varela e o atacante Asamoah prosseguem sob cuidados do departamento médico do clube.

De olho na liderança

Outras três equipes podem retornar à liderança após esta rodada: Werder Bremen, Bayern de Munique e Stuttgart. Este é o único a jogar no domingo, em casa contra o Borussia Mönchengladbach. Precisa vencer e torcer para que o Werder não passe de um empate e que o Schalke não pontue para retornar ao topo da tabela.

A última vitória do Borussia em Stuttgart foi em 1994. Para piorar a situação, o time joga sem o atacante Neuville, contundido. Terá na linha de frente o brasileiro Kahê. Pelo Stuttgart estão confirmados o meia Antônio da Silva, os atacantes Cacau e Gomez – artilheiro da competição –, e dois jogadores da seleção alemã: o goleiro Hildebrand e o meia Hitzlsperger.

Na outra partida de domingo, o Bayer Leverkusen recebe o Energie Cottbus. Ambas as equipes ocupam posições intermediárias. Os dois times perderam na última rodada e um novo revés pode aproximá-los da zona de rebaixamento.

No sábado

Lucio, Bayern München gegen Borussia Dortmund, 5. Spieltag Bundesliga

No confronto entre Hamburgo e Bayern de Munique, há a expectativa do retorno do zagueiro Lúcio

Dos times que disputam a liderança, o Werder Bremen pega o adversário considerado mais difícil. O Arminia Bielefeld não perde uma partida desde a quinta rodada (24/09), quando foi derrotado pelo Bochum por 2 a 1. A sexta colocação na classificação é considerada boa para o clube, sem grandes tradições.

Entretanto, o Werder jamais perdeu em casa para o Arminia. O time de Bremen, que vem de vitória na Liga dos Campeões – 1 a 0 no meio de semana contra o Chelsea –, terá o retorno do capitão Baumann, que deve iniciar na reserva. Fora o desfalque do meia Diego, suspenso por cartão, o Werder joga completo, com o zagueiro Naldo entre os titulares.

O confronto entre Hamburgo e Bayern de Munique pode marcar o retorno do zagueiro Lúcio, que ficou no banco na vitória contra o Stuttgart e foi poupado na rodada da Liga dos Campeões. O brasileiro deve iniciar na reserva e entrar no decorrer do jogo. O atacante Podolski ainda não foi liberado pelo departamento médico.

O Bayern joga fora de casa, mas acredita-se que não terá dificuldade contra o Hamburgo, devido à grande lista de desfalques do adversário. Entre suspensões e lesões, 13 jogadores não puderam ser relacionados, entre eles o lateral Sorin, lesionado.

Também no sábado, Hannover recebe o lanterna Mainz, o Borussia Dortmund joga fora de casa contra o Eintracht Frankfurt e o Wolfsburg joga em casa contra o Nürnberg, na disputa pela oitava posição.

Leia mais