1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Schäfer treinará Camarões por mais dois anos

O alemão Winfried Schäfer, 52 anos, irá assinar um novo contrato de dois anos como técnico da seleção dos Camarões. Ele havia dirigido esta seleção na Copa de 2002.

default

Winfried Schäfer

Schäfer informou que recebeu um fax do presidente da Federação de Futebol dos Camarões, Mohammed Iya, nesta quarta-feira (24), confirmando seu interesse em prosseguir o trabalho com o alemão.

A situação de Schäfer estava indefinida desde a eliminação dos Camarões ainda na primeira fase da Copa, quando o time perdeu da Alemanha por 2 a 0. Ele assumira o cargo de treinador no início deste ano, tendo levado a seleção camaronesa à conquista da Copa da África.

Sua missão agora será preparar Camarões para a disputa da próxima edição da Copa da África, em 2004 na Tunísia. "Se conseguirmos um bom resultado vou continuar meu trabalho até a Copa de 2006 na Alemanha", é a sua esperança.

Interesse do Brighton - Para assumir o seu cargo nos Camarões, Schäfer recusou na semana passada uma oferta do Brighton, clube que subiu para a primeira divisão do campeonato inglês.

O técnico alemão afirmou que fará algumas exigências antes de assinar o contrato. "É preciso acabar com o caos no futebol camaronês" que, segundo ele, refletiu-se na má campanha da seleção na Copa de 2002. "Não é possível que a seleção faça uma viagem de 44 horas para chegar ao Japão e com cinco dias de atraso", disse o treinador alemão.

Jovens talentos - Schäfer pretende exigir melhores condições de treinamento e medidas para assegurar a permanência de jovens talentos no país. A grande maioria dos jogadores da seleção camaronesa atua em clubes europues.

Boa parte da imprensa internacional criticou a filosofia de jogo implantada por Winfried Schäfer na seleção dos Camarões, afirmando que a rigidez do sistema tático do alemão coíbe a criatividade do jogador africano.