1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Sanders e Trump vencem primárias de New Hampshire

Pré-candidatos republicano e democrata conseguem importantes vitórias na segunda prévia da corrida à Casa Branca. Triunfo com ampla margem de vantagem pode mudar os rumos da campanha de ambos os partidos.

As primárias de New Hampshire terminaram nesta terça-feira (09/02) com a vitória de dois pré-candidatos não alinhados aos pilares tradicionais da política americana: o magnata Donald Trump, pelos republicanos, e o senador Bernie Sanders, pelos democratas.

O resultado confirma a fama de independente do estado. E reflete um momento em que os americanos parecem estar irritados com os políticos tradicionais. New Hapshire foi a segunda prévia no processo dos partidos para escolha de seus candidatos à eleição de 8 de novembro.

Senador independente pelo estado de Vermont, Sanders, que se autointitula um socialista, superou Hillary Clinton, que vencera a primária de Iowa na semana passada por margem mínima. A diferença de quase 20 pontos percentuais entre os dois em New Hampshire pode mudar os rumos da campanha da ex-secretária de Estado.

Para os críticos de Hillary dentro do Partido Democrata, seu discurso é moderado demais, sobretudo no momento em que Sanders, que se confirma como seu principal adversário, fala até em "revolução" e vem captando a atenção do eleitorado jovem.

Entre os republicanos, Trump também teve cerca de 20 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado, o governador de Ohio, John Kasich – grande surpresa do dia. Em terceiro aparece Ted Cruz, seguido por Jeb Bush e Marco Rubio.

Depois de um bom terceiro lugar em Iowa, Rubio precisava de um novo resultado positivo em New Hampshire para reforçar seu argumento de que ele é o nome em torno do qual as lideranças do partido e os grandes doadores devem se reunir.

O desempenho de Rubio no debate de sábado à noite, porém, foi amplamente ridicularizado por republicanos e democratas e nas redes sociais. E o resultado em New Hampshire pode alimentar a ideia de que ele não tem força para seguir na disputa até o fim.

USA John Kasich Präsidentschaftsvorwahlen in New Hampshire

O governador de Ohio, John Kasich – grande surpresa do dia

Trump: "Mundo voltará a nos respeitar"

Durante seu discurso da vitória, Trump prometeu que acabará com a "epidemia" de heroína e toxicomania que afeta New Hampshire e o resto do país. Ele atribuiu a raiz do problema à imigração e ao tráfico de drogas "que entram nos EUA pela fronteira sul."

"Vamos fazer algo tão bom, tão rápido e tão forte que o mundo voltará a nos respeitar. Acreditem em mim", disse Trump para seus seguidores, após agradecer aos eleitores por seu apoio.

USA Vorwahlen New Hampshire Bernie Sanders

Sanders afirmou que com sua vitória se envia "uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington"

"Vamos construir o muro, acreditem ou não. Não é uma coisa tão difícil de fazer", reiterou o empresário em relação a uma de suas propostas de campanha mais polêmicas para evitar a chegada de imigrantes a solo americano.

Além disso, Trump falou em acabar com a reforma da saúde promulgada pelo presidente americano, Barack Obama, e conhecida como "Obamacare", além de acusar o atual governo de maquiar os dados de desemprego, que neste mês ficou em 4,9%, a primeira vez desde 2008 que fica abaixo da barreira de 5%.

Já Sanders afirmou que, com sua vitória, envia-se "uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington", falando que o povo quer "uma mudança real".

"Juntos enviamos uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington, do Maine à Califórnia, que o governo de nosso grande país pertence a todo o povo e não só a um punhado de ricos contribuintes para as campanhas", disse Sanders.

Sanders afirmou que a alta participação nas primárias de New Hampshire demonstra que sua campanha "colhe o entusiasmo que o partido democrata vai precisar para ter sucesso em novembro", nas eleições gerais.

"O que começou na semana passada em Iowa, o que se confirmou New Hampshire hoje, não é nada menos que o começo de uma revolução política, que unirá milhões de pessoas", afirmou Sanders, que em Iowa terminara quase em empate técnico com Hillary.

RPR/rtr/ap

Leia mais