1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Saiba quais são os grupos que encabeçam protestos contra o governo no país

Três dos principais grupos que articulam protestos no Brasil como o deste domingo, em várias cidades, pedem maior transparência e ética à classe política. Dois deles focam no impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Três grupos são identificados como os principais articuladores dos protestos de 15 de março e deste domingo (12/04), em diversas cidades brasileiras. O impeachment de Dilma Roussef parece o objetivo comum de pelo menos dois deles: o Movimento Brasil Livre (MBL) e o Revoltados Online. Já o VemPraRua diz que luta por maior democracia e ética na política.

Com forte engajamento online, os grupos Movimento Brasil Livre (MBL), Vem Pra Rua e Revoltados Online levantam bandeiras anticorrupção. No caso do MBL e do Revoltados, o foco é o partido governista, o PT. Em comum, eles buscam

o impeachment

da presidente Dilma Rousseff, baseados nas investigações de propina que teriam sido pagas por empreiteiras à Petrobras, e também em outros escândalos de corrupção recentes do país.

Na essência, em seus manifestos e páginas na internet e em redes sociais, os três movimentos defendem uma maior moralização e transparência nos processos políticos do Brasil. Tentam mobilizar o maior número de pessoas possível via Facebook e Twitter. Nenhum deles, entretanto, defende explicitamente uma intervenção militar como saída para a crise política. Com isso eles se distanciam de grupos menores que reivindicam a volta dos militares.

O MBL deixa claro em sua página oficial no Facebook que "não acredita no uso da força para fins políticos, não defende nenhum tipo de regime autoritário e/ou totalitário". O Movimento também alerta o leitor que "não existe intervenção militar constitucional, sendo o único tipo de intervencão militar previsto na Constituição aquela que possui autorização expressa do Presidente da República".

O VemPraRua convida os brasileiros a "manifestar sua indignação". "Nossa bandeira é a democracia, a ética na política e um Estado eficiente e desinchado", escreve o grupo em sua página no Facebook. Com o slogan “O Nosso Partido é o Brasil" o grupo se autodenomina apartidário e convida os demais movimentos a se integrarem. O VemPraRua declara ainda ser "contra qualquer tipo de violência" e condena "qualquer tipo de extremismo (separatismo, intervenção militar, golpe de Estado)", sem compactuar com "governo autoritários".

Seguindo a linha do próprio nome, o Revoltados Online, no Facebook, autoproclama-se "uma organização de iniciativa popular de combate aos corruPTos (sic) do poder". Dos três movimentos, este é o que tem o discurso mais radical, explicitado na nomenclatura e nos posts. No quesito "Foco", os Revoltados Online afirmam, em letras maiúsculas, convocar os protestos para "exterminar a pouca vergonha da impunidade brasileira."

Leia mais