1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Série de ataques deixa mortos na Península do Sinai

Extremistas lançam foguetes e explodem carro-bomba no norte do Sinai, matando dezenas. Em Rafah, um major do Exército egípcio é morto. Milícia terrorista ligada ao "Estado Islâmico" assume autoria de ataques.

Ägypten baut a der Grenze zu Gaza

Posto de controle de Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza

A milícia terrorista Ansar Beit al-Maqdis, ligada ao "Estado Islâmico", assumiu a autoria de ataques simultâneos na Península do Sinai nesta quinta-feira (29/01), que deixaram pelo menos 26 mortos, a maioria soldados. Os extremistas lançaram foguetes e explodiram um carro-bomba.

O grupo terrorista egípcio afirmou, por meio de mensagem no Twitter, ser responsável pela série de ataques que ocorreram na capital da província, El-Arish, na cidade próxima de Sheik Zuwayid e em Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza.

Os ataques tinham como alvo a sede da polícia e um complexo residencial onde vivem policiais e integrantes das Forças Armadas, além de postos de controle na região.

Forças de segurança do Sinai vêm sendo frequentemente atacadas por jihadistas em resposta às ações da polícia e do Exército para combater uma agressiva insurgência islâmica na região, que ganhou força após a queda do ex-presidente egípcio Mohamed Morsi, em julho de 2013.

Os ataques – uma retaliação à ostensiva repressão do governo egípcio contra apoiadores de Morsi, segundo os terroristas – vêm deixando um rastro de mortos e feridos, além de dezenas de presos e condenados à morte, após passarem por julgamentos extremamente rápidos.

Autoridades de segurança no norte do Sinai afirmaram que os terroristas inicialmente lançaram foguetes na sede da polícia, em El-Arish, e em seguida realizaram o ataque com o carro-bomba. Minutos mais tarde, uma bateria de foguetes foi lançada no complexo residencial próximo, atingindo casas de policiais e militares. Também foram alvejados um hotel, um clube de polícia e diversos postos de controle.

MSB/ap/afp/rtr

Leia mais