1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Rubinho é o mais veloz no primeiro dia em Silverstone

Rubinho Barrichello foi o mais veloz nos treinos livres para o GP da Inglaterra em Silverstone, Michael Schumacher ficou em segundo lugar.

default

Michael Schumacher derrapou na primeira tentativa, mas acabou marcando o segundo melhor tempo

O tetracampeão Michael Schumacher não fez jus à sua fama de "rei da chuva". Na pista molhada pela garoa de Silverstone, ele derrapou na primeira volta, não conseguindo fazer boa figura. Mas corrigiu o erro na segunda tentativa e pôde ficar em segundo lugar, sendo superado apenas pelo brasileiro Rubens Barrichello, seu companheiro de Ferrari. Rubinho fez um treino perfeito e correu os 5.141 metros do circuito em 1min31s457, superando a marca de Michael Schumacher em 424 décimos de segundo.

Após a vitória dupla da Ferrari em Nürburgring, também os preparativos para o Grande Prêmio da Inglaterra começaram com completo domínio da escuderia italiana. O terceiro lugar nos treinos livres desta sexta-feira (05/06), com uma diferença de mais de dois segundos, coube ao italiano Giancarlo Fisichella (Jordan-Honda), seguido de Juan Pablo Montoya (Williams-BMW). Os outros dois fortes concorrentes da Ferrari, Ralf Schumacher (Williams-BMW) e David Coulthard (McLaren-Mercedes), ficaram respectivamente em 11º e 12º lugares.

Ironia

Michael Schumacher mostrou-se indiferente aos comentários do seu ex-rival Damon Hill, publicados na quarta-feira pelo jornal britânico Sun. Hill afirmou que vem observando atentamente os gestos e reações de Schumacher e que a sua expressão corporal revela que ele estaria disposto a abandonar a Fórmula-1 no final desta temporada. O piloto da Ferrari ironizou as declarações de Damon Hill, aconselhando o pretenso profeta a comprar óculos para poder observá-lo melhor.

Michael Schumacher: "É engraçado que alguns não queiram entender que, mesmo depois de todas as vitórias e títulos, eu continuo tendo ainda motivação e prazer nas provas de automobilismo." Ross Brawn, engenheiro-chefe da Ferrari, vê a questão da mesma maneira: "Michael está colhendo os frutos do seu trabalho. Não se pode, simplesmente, parar. Se ele conquistar o seu quinto título este ano, então começamos a preparar a disputa do sexto no ano que vem."

Falência

O primeiro dia de treinamentos em Silverstone foi marcado pela crise da escuderia Arrows. Os pilotos Heinz-Harald Frentzen e Enrique Bernoldi passaram o dia recolhidos ao boxe, à espera da autorização para treinar. A ordem não veio e a esperança dos dois pilotos é de que a situação possa ser contornada antes dos treinos de qualificação neste sábado (06/07).

A Arrows tem uma dívida total avaliada em quase 100 milhões de euros. Desse montante fazem parte os compromissos – já vencidos – com a Ford-Cosworth, que fornece os motores para os carros da Arrows, no valor de 4,7 milhões de euros. Depois de expirados três prazos de pagamento acertados com a escuderia, a Ford-Cosworth decidiu embargar a participação da Arrows na prova de Silverstone.

O chefe da escuderia em crise, Tom Walkinshaw, manteve negociações com o chefe da Fórmula-1, Bernie Ecclestone, e com Niki Lauda, que representa a Cosworth, e ainda tem esperança de conseguir contornar o problema. Se a Arrows não participar do GP da Inglaterra terá de pagar uma multa da ordem de um milhão de dólares e poderá ser cortada definitivamente das provas seguintes da Fórmula-1.