Romney sai na frente na Superterça, mas não conquista candidatura republicana | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 07.03.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Romney sai na frente na Superterça, mas não conquista candidatura republicana

Após mais uma rodada de primárias nos EUA, permanece incerto quem disputará as próximas eleições contra Obama. Romney conquistou mais estados que o rival Santorum, mas não conseguiu estabelecer-se como candidato.

Nesta terça-feira (06/03), Mitt Romney venceu por estreita e emocionante maioria as primárias republicanas norte-americanas em Ohio: obteve 38% dos votos no estado, contra os 37% do rival Rick Santorum. Apesar da vitória neste e em mais cinco dos dez estados participantes da chamada Superterça, a rodada não conseguiu determinar quem será o candidato republicano a disputar as eleições contra o democrata Barack Obama em novembro.

"Foi uma grande noite", disse Romney satisfeito, após ter a vitória garantida em três estados da Superterça. "Esperamos que sejam mais ao longo da noite." E ele estava certo. Além da Virgínia, Vermont e de seu estado natal, Massachussets – onde foi governador –, conquistaria também Idaho e Alaska.

Em Ohio, pesquisas mostraram que os eleitores acreditavam em uma maior chance de Romney vencer Obama, porém, consideravam Santorum mais simpático às preocupações da maioria dos norte-americanos. Ohio era visto como o mais importante teste da Superterça. Nenhum republicano jamais foi eleito presidente sem ter vencido as primárias no estado.

Disputa continua

Super Tuesday USA Vorwahlen

Santorum venceu em Tennessee, Oklahoma e Dakota do Norte

Romney chegou mais perto dos 1.144 delegados necessários para conseguir a nomeação pelo Partido Republicano, mas foi desbancado pelos resultados de seu mais forte concorrente. O antigo senador Santorum obteve a maioria dos votos em Tennessee, Oklahoma e Dakota do Norte, onde o conservadorismo reina entre os republicanos. Tais resultados deram esperanças a Santorum para as primárias ainda por vir nos outros estados dos Apalaches, de Kentucky à Virginia Ocidental.

Para observadores, a situação não é tão favorável para Romney nesses locais. Muitos o consideram um milionário de elite da odiosa costa leste. Não acreditam que ele possa conduzir os EUA de volta ao caminho dos valores cristãos.

Santorum se sai melhor nesse contexto – também na noite desta terça-feira, diante de seus entusiasmados seguidores. "Precisamos de pessoas que se posicionem contra o presidente Obama e contra a sua visão de controle através do governo – seja na saúde, na energia, nos serviços finaceiros e quem sabe o que ainda virá", declarou.

Mais nomes na corrida

O ex-chefe republicano da Câmara dos Representantes Newt Gingrich conseguiu a vitória na Geórgia, seu estado natal. Isso basta para que ele permaneça na corrida. "Senhoras e senhores, deem as boas-vindas ao futuro presidente dos Estados Unidos: Newt Gingrich", proclamou a esposa do candidato, Calista Gingrich.

Super Tuesday USA Vorwahlen

Gingrich comemorou vitória em seu estado natal, Geórgia

Nos demais estados, porém, Gingrich não chegou nem perto dos rivais, não tendo chance alguma de se tornar o candidato republicano para as próximas eleições presidenciais e muito menos o líder da Casa Branca.

O mesmo vale para o concorrente Ron Paul, de 72 anos. O texano mostra desenvoltura na corrida eleitoral com poucas ideias, mas extremamente religiosa e cultural. Mas Paul não venceu em nenhum único estado nesta Superterça.

Em campanhas presidencias recentes, a Superterça muitas vezes decidiu a corrida republicana. Mas é provável que a campanha deste ano se estenda até abril ou maio – ou possivelmente até a última disputa, em 26 de junho. As próximas rodadas republicanas serão no sábado (10/03), no Kansas, e em 13 de março no Alabama, Mississipi e Havaí.

LPF/dw/rtr/dpa
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais