Romero Britto quer unir esporte e criatividade artística na África do Sul | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 02.07.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Romero Britto quer unir esporte e criatividade artística na África do Sul

O artista brasileiro Romero Britto realizou um workshop com 35 jovens na África do Sul. A ideia era unir a disciplina do futebol à criatividade artística.

default

Romero Britto

O artista plástico Romero Britto realizou nesta quarta-feira (30/06) um workshop com 35 jovens em Johanesburgo, na África do Sul. O brasileiro é um dos artistas oficiais da Copa do Mundo de 2010 e foi convidado pela Fifa para pintar com adolescentes entre 15 e 18 anos, representantes de organizações de países do mundo todo.

A iniciativa faz parte da campanha Football for Hope, uma iniciativa conjunta da Fifa e da organização Streetfootballworld, com o objetivo de promover o desenvolvimento social através do futebol. Junto ao esporte, são trabalhados temas como aids e integração de refugiados, por exemplo.

Bentley Continental GT

O artista já havia pintado um carro que foi leiloado para fins caritativos em Berlim

Os adolescentes convidados a participar do workshop com o artista brasileiro provêm de regiões carentes de todo o mundo e integram as 32 delegações participantes do festival Football for Hope 2010. O evento é realizado durante as duas últimas semanas do Mundial de Futebol. Além da oficina com Romero Britto, um campeonato de futebol está entre os pontos altos da programação.

Do Brasil para o mundo

Romero Britto – nascido em Recife, em 1963 – possui hoje reconhecimento internacional. Suas obras estão espalhadas em mais de cem galerias pelo mundo. Sua arte está ligada à moderna cultura pop e é conhecida por suas cores, simplicidade e por transmitir alegria.

"Acho que a Fifa me convidou pelo fato de minha arte trazer alegria, felicidade. E acho que isto é o que o esporte traz também. É aquela sensação de estar junto com os amigos, a família, vibrando por uma coisa boa", disse o artista após o workshop.

Para Britto, o fato de ser brasileiro também é importante. "Fico muito feliz de ter nascido em um país onde a alegria está presente nos momentos mais bonitos e nos mais difíceis também. O Brasil é especial por ser um país onde a alegria e a esperança são constantes", considera.

Disciplina e criatividade

O tema do workshop de seu workshop foi criatividade e disciplina. "A disciplina do futebol, que os atletas têm. E a criatividade presente nas artes, que abre a cabeça das pessoas, as fazem pensar diferente e mudar as coisas", precisa Britto.

Além da disciplina característica, o artista vê o futebol como uma forma de arte. "É como se os atletas estivessem criando uma obra de arte ali no campo, correndo e driblando." Para o recifense, disciplina e criatividade devem caminhar sempre de mãos dadas, em todas as áreas.

Mensagem através da pintura

Durante a tarde com Britto, as crianças foram deixadas livres para pintarem o que quisessem, utilizando a criatividade. O artista disse ter tentado transmitir aos jovens a ideia de poder sonhar e a esperança de poder transformar seus destinos. "Um dia como hoje uniu disciplina, criatividade, amor e felicidade, tudo isso para melhorar a vida das pessoas."

As crianças retornarão a seus países de origem com os quadros pintados na oficina. O artista brasileiro também levará algo para casa. "Voltarei para o meu estúdio com muitas ideias a partir do meu tempo aqui na África do Sul e da experiência com estes jovens do mundo todo. Foi maravilhoso ver tanta criatividade em um tempo só", declarou. "Vou continuar me inspirando, pintando e tentando dividir minha arte com o máximo de pessoas possível."

Autor: Luisa Frey

Revisão: Roselaine Wandscheer