1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Jogos Olímpicos

Robert Scheidt e Bruno Prada levam o bronze na categoria star

Após erro de estratégia na largada, dupla de velejadores chega em sétimo na "medal race". Com cinco medalhas olímpicas, Scheidt iguala-se à marca do iatista Torben Grael e torna-se o maior medalhista brasileiro.

Os brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada conquistaram neste domingo (05/08) a medalha de bronze na categoria star da vela nos Jogos Olímpicos de Londres. Os britânicos Iain Percy e Andrew Simpson, considerados favoritos, ficaram com a prata. Os suecos Fredrik Loof e Max Salminen surpreenderam e faturaram o ouro.

Com o bronze deste domingo, o Brasil chega a sete medalhas nas Olimpíadas até agora: uma de ouro, uma de prata e cinco de bronze.

A dupla Scheidt e Prada – que conquistou junta uma série de disputas mundiais, entre elas a prata nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 – chegou em sétimo lugar na chamada "medal race", última e decisiva regata.

Em entrevistas concedidas após a disputa, Prada revelou que um erro de estratégia cometido logo no início, por causa do posicionamento de uma nuvem, que acabou atrapalhando os planos de conquistar o ouro. Mas os dois velejadores garantem que deixam Londres satisfeitos.

A quinta medalha olímpica da carreira de Scheidt fez com que ele se igualasse à marca do também iatista Torben Grael como maior medalhista brasileiro em competições olímpicas. Scheidt conquistou o ouro em Atlanta (1996) e em Atenas (2004), além de prata em Sydney (2000) e Pequim (2008).

Outras competições

Também houve participação brasileira em outras modalidades neste domingo. Adriana Silva foi a 47ª na maratona olímpica. A medalha de ouro ficou com a etíope Tiki Gilana.

No boxe feminino, a brasileira Érica Matos perdeu em sua luta de estreia para a venezuelana Kharla Magliocco na categoria peso-mosca (abaixo de 51 kg). Com a derrota por 15 pontos contra 14, Érica foi eliminada da competição. Ela foi a primeira brasileira a lutar boxe nas Olimpíadas.

Já Adriana Araújo, a segunda brasileira a entrar em um ringue olímpico, ganhou da adversária Saida Khassenova, do Cazaquistão, na categoria peso-leve (até 60 kg). Com a vitória, ela se classificou para as quartas de final.

Autora: Mariana Santos
Revisão: Francis França

Leia mais