1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Risco de câncer de pele cresce na Alemanha

A chegada da primavera anima os alemães, que não se privam de estender a toalha e ficar horas tomando banho de sol. Estudo alerta que o risco de câncer de pele no país nunca foi tão alto, especialmente para os jovens.

default

O sol aguardado durante o resto do ano deve ser aproveitado com cautela

O risco de câncer de pele em jovens alemães nunca foi tão alto, segundo a opinião de especialistas. Um em cada cinco homens e uma em cada dez mulheres entre 20 e 40 anos estão suscetíveis a desenvolver melanoma maligno, alertam a organização de combate ao câncer Deutsche Krebshilfe e o Grupo de Trabalho Prevenção Dermatológica (ADP) por ocasião da abertura da campanha nacional de esclarecimento "Face the Sun". "Um aumento expressivo no número de casos da doença é esperado para os próximos anos", afirma o vice-presidente da ADP, Eckhard Breitbart, em Berlim.

Berliner geniessen die Sonne auf einer Liegewiese im Tiergarten

O hábito alemão de deitar na grama para se bronzear não é saudável para a pele

Segundo as organizações, 110 mil alemães desenvolvem anualmente o carcinoma, tipo mais brando da doença, enquanto 22 mil são diagnosticados com melanoma maligno. Cerca de 520 mil alemães já foram tratados por conta de câncer de pele, que pode ser percebido facilmente inclusive por médicos não especializados em dermatologia.

Descoberto a tempo, o câncer de pele pode ter até 100% de chances de cura. Por este motivo, as organizações defendem um estudo de perfil dos grupos de risco e uma ação em escala nacional pela prevenção da doença.

Frühling in Warnemünde

Evitar a exposição prolongada, principalmente nas horas de sol a pino, é essencial

A campanha "Face the Sun" objetiva sensibilizar e conscientizar, especialmente os jovens entre 17 e 25 anos, sobre os riscos que o sol oferece à saúde. "Cada um pode se proteger de forma bastante simples: em vez de se expor, proteger-se e evitar as horas de sol a pino", explica Gerd Nettekoven, diretor da Deutsche Krebshilfe. Além disso, a pele natural não é só saudável, mas também muito bonita.

Leia mais