1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Rimini Protokoll transforma palco em agência de notícias

Coletivo de diretores de teatro alemão Rimini Protokoll estréia peça "Breaking News", em Berlim: um comentário sobre a avalanche de informações veiculadas pela mídia e sobre a relevância relativa das notícias propagadas.

default

Atores entre monitores de TV no palco do Hebbel am Ufer

Nas agências de notícia russas, o presidente Vladimir Putin aparece esquiando. Na América do Sul, a abertura de uma fábrica de celulose uruguaia é o principal tema do noticiário. A televisão paquistanesa noticia a chegada de agentes da Scotland Yard (polícia britânica) ao país, encarregados de investigar o assassinato de Benazir Bhutto. O noticiário alemão Tagesschau abre com o comunicado de que os ferroviários desistiram temporariamente de fazer greve. Essas notícias ao vivo são simultaneamente apresentadas e comentadas por jornalistas e tradutores-intérpretes. Breaking News – Ein Tagesschauspiel (Breaking News – Um Noticenário) é o título da nova peça do coletivo alemão de teatro Rimini Protokoll, estreada no fim de semana passado, no Hebbel am Ufer, em Berlim. O que se apresenta ao público é uma quantidade inesgotável de notícias. Nove atores em palco explicam quais são os critérios de escolha das notícias em todo o mundo, mostrando como são diferentes as prioridades temáticas das diversas regiões. O que torna ainda mais interessante a peça é o fato de o espetáculo técnico ser encenado e coreografado com perfeição. Pequenas panes, como interferências e programas temporariamente fora do ar, servem justamente para mostrar que se trata de uma performance ao vivo. Sempre uma anedota no fim Os diretores Helgard Haug e Daniel Wetzel são conhecidos por fazer teatro documentário. O que eles querem é trazer a realidade para o palco. Muitas vezes substituem atores profissionais por leigos. Este também é o caso de Breaking News.
Breaking News von Rimini Protokoll, Hebbel am Ufer, Berlin

Notícias da Índia, em "Breaking News"

Saídos da "vida real", jornalistas e tradutores-intérpretes da Índia, Islândia, Curdistão e Alemanha relatam sobre seu cotidiano. Breaking News, um título que quer dizer "a última notícia, a notícia mais atual", varia de apresentação para apresentação, pois os conteúdos transmitidos correspondem às informações específicas do dia em questão. Em 24 televisores, vêem-se as notícias das oito da noite transmitidas em diferentes países. Os atores são convocados a comentar trechos dos programas. Seus comentários ao vivo retornam à cena depois, como gravação. Tudo é muito bem orquestrado. Por trás de uma mesa de mixagem, o regente de toda a encenação decide a hora de cada ator traduzir e explicar seu noticiário ou contar sobre a sua própria vida. O islandês explica que, no seu país, os noticiários só mencionam guerras quando há algum cidadão islandês no meio. Além disso, o programa sempre acaba com uma boa notícia. O curdo explica que as emissoras árabes nunca se referem a "atentados suicidas", mas chamam quem os cometeu de "mártires". Ele acha repugnante propaganda desse tipo. Sentado acima de todos, como em um trono divino, um ex-correspondente africano e crítico de teatro frustrado relata suas experiências como jornalista. E aproveita para ler trechos de Os Persas, de Ésquilo. Afinal, essa peça sobre guerra, morte, assassinato e amor pode ser considerada uma espécie de noticiário da antiguidade grega. (sm)

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados