1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Ricas e famosas vão viver a dura vida do campo

Primeiro foram as americanas, agora chegou a vez das alemãs. Duas jovens socialites vão passar dois meses numa fazenda para provar que, como qualquer mortal comum, sabem viver sem luxo.

default

Paris Hilton e Nicole Ritchie na série americana Simple Life

O que fazem duas garotas que têm todo o tempo disponível para desfrutar como bem entenderem, e ainda por cima com um belo cartão de crédito no bolso? Dormir até tarde, cuidar do visual, fazer comprinhas em lojas exclusivas, ir para uma festa aqui, uma viagem acolá...

Quem nunca sonhou com um vidão desses? E quem foi que disse que elas nunca pensaram em levar uma vida, digamos, convencional? Para provar ao mundo que são absolutamente normais e capazes de atitudes extremas como levantar cedo, lavar louça e participar do dia-a-dia do campo sem o luxo e as mordomias da casa, ops, mansão onde vivem, as alemãs Judith Kamps, filha do empresário que montou a maior rede de padarias da Europa, e a ex-cantora do grupo Bro’Sis, Indira, vão passar dois meses numa fazenda.

Versão americana

A fórmula desta nova versão de reality show, intitulada Simple Life, não é inédita. Quando foi lançada nos Estados Unidos, a série protagonizada pelas patricinhas americanas Paris Hilton, herdeira da cadeia de hotéis Hilton e Nicole Ritchie, filha do cantor Lionel Ritchie, foi um sucesso e tanto. Os capítulos inclusive já começaram a ser exibidos no Brasil e na Alemanha em canal de TV a cabo.

As peripécias e agruras das duas jovens acostumadas com a vida mansa encantou o público. Vê-las chegar no campo com uma dúzia de malas Louis Vuitton e tendo que enfrentar situações absolutamente corriqueiras, como vender sanduíches numa lanchonete local, ou ordenhar vacas e revirar esterco, é divertissímo.

Sem celular, sem muito dinheiro e sem qualquer regalia e, pior dos males, tendo que dividir um único banheiro com a família que as hospedou, elas sofreram horrores mas não perderam a pose. O cachorrinho de Paris – sim, toda a dondoca que se preze tem um lulu, você não sabia? – andava com botinhas pelo solo imundo da fazenda para não sujar as patinhas.

Patricinhas made in Germany

Se nos Estados Unidos o programa foi um sucesso, por que não seria na Alemanha com um elenco nacional? Judith e Indira já estão na expectativa de enfrentar dias duros. “O pior que poderia me acontecer seria ter que participar do nascimento de uma vaca. Isso é nojento”, disse Judith Kamps torcendo o narizinho. Ela também tem medo, imaginem, de ficar andando suja e toda suada pela fazenda.

A versão alemã seguirá à risca as regras do programa americano: nada de saidinhas para festas nem de massagistas para aliviar as dores do trabalho braçal e muito menos uma manicure para dar um trato nas unhas. Celular é proibido e dinheiro para pequenos mimos, como uma cervejinha no bar local, só depois de cumprida a tarefa diária. E se for bem cumprida, é claro.

Botinhas transadas

Judith Kamps will fürs Fernsehen auf einem Bauernhof arbeiten

Judith Kamps

Judith, 19 anos, não tem medo do que está por vir. A única coisa que a desagrada é a comparação com Paris Hilton. “Nós duas somos loiras, mimadas e gostamos de fazer compras. Mas Paris não tem nada na cabeça. Eu, ao contrário, estudo design de moda em uma escola particular de Düsseldorf”. Ah... tá!

É por isso que a milionária quer trabalhar no campo levando junto todo seu glamour. Preocupada, ela já pensa nas roupinhas que irá vestir durante os dois longos meses de exílio da civilização. Uma coisa é certa: na bagagem não vai faltar uma de suas criações, o par de botas de borracha com estampa de leopardo. Uau!!

Leia mais