1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Revista satírica alemã prepara capa sobre Maomé

"Titanic" mostrará a ex-primeira-dama alemã Bettina Wulff nos braços de um guerreiro islâmico na sua edição de outubro. Revista está frequentemente envolvida em polêmicas religiosas.

A edição de outubro da revista de humor alemã Titanic trará na capa uma montagem na qual se vê a ex-primeira dama alemã Bettina Wulff nos braços de um guerreiro islâmico com barba, turbante e uma adaga, numa possível representação de Maomé. A informação foi adiantada pelo jornal alemão Financial Times Deutschland nesta quarta-feira (19/09).

De acordo com o diretor de redação da revista, Leo Fischer, em entrevista concedida ao jornal, o título da primeira página da publicação, que deve chegar às bancas em 28 de setembro, será "O Ocidente em convulsão: Bettina Wulff grava filme sobre Maomé". Bettina é a esposa do ex-presidente Christian Wulff, que renunciou em fevereiro de 2012, e lançou recentemente um livro de memórias.

Satiremagazin Titanic Leo Fischer Chefredakteur

Leo Fischer: frequentemente envolvido em polêmicas

Fischer disse ao jornal que tem a intenção de alertar sobre outros filmes ofensivos de má qualidade e principalmente sobre celebridades decadentes que tentam se promover com críticas baratas ao Islã. Ele acrescentou que sua revista não tem a intenção de republicar os desenhos de Maomé da publicação francesa Charlie Hebdo, já que os considera "pouco interessantes" e "grosseiros".

A Titanic está frequentemente envolvida com polêmicas religiosas. A mais recente foi em julho passado, quando a publicação causou irritação no Vaticano ao mostrar uma capa com o papa Bento 16, com uma mancha amarela na região pélvica. A manchete: "Aleluia no Vaticano – encontrado o local do vazamento!". Na contracapa, o Papa é mostrado de costas. Desta vez, a mancha é marrom, e o texto que acompanha a imagem diz: "Mais um local de vazamento!".

Em 2006, a revista alemã foi protagonista de outra polêmica com a capa "Religiões em comparação" e uma capa na qual apareciam quatro pênis de tamanhos diferentes – o menor deles representava o Islã.

RO/dapd/dw
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais