1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Revista lésbica usa sósia de Merkel em vídeo

Em clipe promocional, publicação alemã "Straight" mostra chanceler federal sendo abraçada carinhosamente por uma jovem. Governo não comenta vídeo divulgado na internet e reitera oposição de Merkel ao casamento gay.

default

Screenshot do site da revista "Straight"

Um vídeo publicitário virou sensação na internet. No clipe de 23 segundos, em preto e branco, o rádio está ligado, e uma sósia da chanceler federal alemã, Angela Merkel, está diante da janela, mexendo no celular. Nas notícias, ela escuta que os irlandeses votaram a favor do casamento gay e balança a cabeça. Então, uma jovem a abraça carinhosamente por trás e a beija no pescoço.

O vídeo foi divulgado no site da revista alemã Straight, destinada ao público lésbico e cuja primeira edição foi publicada nesta quarta-feira (22/07). A sósia que atua no vídeo vem da Polônia, segundo a revista, sediada em Berlim.

"Queríamos abordar a questão do casamento gay e conquistar Merkel, é claro", disse Eva Werle, porta-voz da Straight à agência de notícias DPA. Ao divulgar o vídeo promocional no Twitter, a revista escreveu: "A Europa toda odeia Merkel? Sim, menos esta mulher."

A Alemanha é um dos poucos países da Europa Ocidental que não permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, apesar de pesquisas recentes indicarem que a maioria da população aprovaria a união.

Defensores dos direitos LGBT no país encheram-se de esperança em maio, depois de a num referendo. Apesar de o governo alemão concordar poucos dias depois em fazer

mudanças nas leis relativas à união civil

, ampliando os direitos de casais gays, o porta-voz de Merkel disse que "o casamento entre pessoas do mesmo sexo não é um objetivo deste governo".

Merkel reiterou sua oposição na semana passada ao ser perguntada por um adolescente por que não apoia a causa. "Para mim, pessoalmente, o casamento é uma união entre homem e mulher", disse a chanceler federal.

Após a publicação do vídeo promocional da Straight, o governo alemão disse, por meio de seu porta-voz, Steffen Seibert, ter tomado conhecimento do clipe, mas que não iria comentá-lo. Quanto à questão do casamento gay, Seibert complementou: "A chanceler federal deixou sua posição sobre o assunto clara em várias ocasiões. Não há nada a acrescentar."

LPF/dw/dpa

Leia mais