1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Reunião de cúpula pela paz no futebol alemão

O "encontro de paz" está sendo organizado pelo presidente da Federação Alemã de Futebol e deve ocorrer ainda no mês de janeiro.

default

O presidente da DFB,Gerhard Mayer-Vorfelder

Não é por acaso que, justo no ano em que se realiza mais uma Copa do Mundo de Futebol, o presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Gerhard Mayer Vorfelder, tenha decidido organizar o que ele vem chamando de "encontro de paz". O objetivo primordial da reunião é transpor as atuais divergências entre os dirigentes de clubes e associações, para oportunizar um clima mais ameno e coeso.

Vorfelder anunciou que o encontro entre representantes da Liga Alemã de Futebol e o grupo que representa os interesses da seleção alemã deve ocorrer ainda no mês de janeiro. Ele espera que a ocasião sirva para que todos os convidados "troquem opiniões francas sobre as mais importantes questões do futebol alemão."

Os temas que vêm gerando polêmica não são poucos e estarão na pauta de discussão. "Falaremos, por exemplo, sobre a Copa do Mundo de 2002 e 2006, a introdução de uma liga alemã de juniores, a limitação de jogadores estrangeiros na terceira divisão e também sobre a comercialização de jogos nacionais. O momento será propício inclusive para que a Liga faça suas considerações sobre a seleção alemã", revelou o presidente da DFB.

Fim das discórdias?

A idéia do encontro é bastante ousada, especialmente porque Vorfelder também tem um motivo particular: ele deseja aproveitar a reunião para acabar com as picuinhas existentes com o vice-presidente do Bayern de Munique, Karl Heinz Rummenigge, que anda reclamando da atuação de Vorfelder na liderança da DFB.

Rummenigge acusa Vorfelder de adotar uma política de informação precária, ser evasivo e impreciso em suas propostas, fazendo com que sua postura seja desprovida de qualquer credibilidade. Em contrapartida, Vorfelder culpa Rummenigge de ter má vontade em colaborar, e cita um exemplo: há cerca de oito meses enviou um carta ao cartola solicitando uma série de opiniões sobre a seleção alemã. "Até agora não recebi qualquer resposta", disse o presidente da DFB.

Limite de salários

Gerhard Mayer Vorfelder defende a limitação dos salários dos jogadores, opinião compartilhada pelo presidente da Liga de Futebol, Werner Hackmann. A restrição seria a melhor alternativa para impedir o exagero de gastos no futebol, com o pagamento de somas exorbitantes em salários e passes.

"Hoje em dia existe muito dinheiro em jogo. Tudo se tornou um verdadeiro comércio", lamentou Vorfelder. Ele, entretanto, reconhece que tal proposta só poderia ser colocada em prática a partir de 2004, pois depende de aprovação dos clubes e da regulamentação prévia da UEFA. "A delimitação de um teto salarial só será eficaz se os clubes aderirem ao sistema e aceitarem as punições."