1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Retorno triunfal de Dieter Baumann

Após cumprir uma suspensão de dois anos por doping, o corredor alemão Dieter Baumann, 37 anos, brilhou na prova dos 10 mil metros do Campeonato Europeu de Atletismo ao conquistar medalha de prata.

default

Dieter Baumann sorri após a conquista da medalha de prata

Chovia muito no estádio Olímpico de Munique na noite de quarta-feira (7/8), no momento em que os 17 atletas se posicionaram para disputar a prova dos 10 mil metros. O mau tempo, entretanto, não afugentou o público que queria acompanhar ao vivo o retorno de Dieter Baumann em uma importante competição esportiva internacional.

A corrida foi emocionante. Baumann manteve um ritmo constante, sendo ultrapassado por alguns corredores até a metade da prova. Na segunda etapa, só os mais experientes é que conseguiram manter suas posições. A poucos quilômetros da chegada, o alemão até liderou a prova, para surpresa da platéia, para quem seu fôlego não deveria bastar até a fase final dos 10 mil metros.

Baumann, entretanto, provou ser um esportista profissional, que sabe dosar inteligência com desempenho físico. Faltando apenas alguns metros para a chegada, conseguiu dar o impulso final garantindo, assim, a segunda colocação e a medalha de prata na modalidade.

O vencedor foi o espanhol José Manuel Martinez, que completou a prova em 27min47seg65. Baumann chegou com apenas 22 milésimos de segundo de diferença (27mim47seg87). O terceiro lugar ficou com o também espanhol José Rios (27min48seg29).

Suspensão - "Estou supercontente", declarou Baumann após a conquista. A alegria é compreensível. O atleta alemão está de volta após uma abstenção involuntária. Em 1999, duas provas anti doping detectaram em seu organismo uma substância usada para fortalecer os músculos. Por conta disso, acabou recebendo uma suspensão de dois anos, embora sempre tenha argumentado ter sido vítima de um boicote. A substância foi inexplicavelmente encontrada em sua pasta de dentes. "É possível tirar muitas coisas de uma pessoa, seu orgulho e dignidade, por exemplo. No meu caso, foi a corrida", esclareceu.

Presente - Dez anos depois de receber uma medalha nas Olimpíadas de Barcelona e oito de sua vitória no Campeonato Europeu, ambas em provas de 5 mil metros, esta é a segunda medalha de prata nos 10 mil metros. A primeira foi conquistada no Campeonato Europeu de Budapeste, há quatro anos. "Eu não diria que estou retornando às pistas. Eu sempre acompanhei tudo" garantiu.

Alto nível - A esposa e treinadora Isabelle acompanhou com entusiasmo o desempenho de Baumann e vibrou com ele após o término da corrida. Ela atestou o sucesso do marido: "Foi uma corrida perfeita. Dieter provou a todos que consegue manter um alto nível, mesmo após 15 anos no esporte".

Carreira - A imprensa especializada duvida que Baumann, aos 37 anos, ainda consiga vitórias espetaculares nos próximos anos. Apesar de anunciar que pretende disputar o Campeonato Mundial em Paris, em 2003, e os Jogos Olímpicos, em 2004, o atleta concorda que tem poucas chances frente à nova geração, especialmente africana.

"Para ter uma chance contra os africanos, preciso aprimorar minha arrancada. Eu estou de volta, mas não tão em forma quanto gostaria". Pelo visto, Dieter Baumann ainda tem muitos planos para o futuro.