Resultado preliminar dá larga vantagem a cantor Michel Martelly no Haiti | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 05.04.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Resultado preliminar dá larga vantagem a cantor Michel Martelly no Haiti

Candidato, que nunca ocupou cargo político, obteve dois terços dos votos no segundo turno da eleição presidencial haitiana, segundo o resultado preliminar divulgado pela Comissão Eleitoral.

default

Martelly durante a campanha, ao lado do cantor Wyclef Jean

O cantor Michel Martelly venceu, com 67,57% dos votos, o segundo turno da eleição presidencial do Haiti, segundo o resultado preliminar divulgado nesta terça-feira (05/04) pela Comissão Eleitoral em Porto Príncipe. A ex-primeira-dama Mirlande Manigat obteve 31,74% dos votos.

O resultado preliminar deveria ter sido tornado público em 31 de março, mas inúmeras irregularidades obrigaram a comissão a atrasar a divulgação. Oficialmente, nenhum dos candidatos pode se declarar vencedor até que seja conhecido o resultado final.

Segundo o calendário oficial, o resultados definitivo do escrutínio, realizado em 20 de março, será conhecido em 16 de abril. Mas, como o preliminar sofreu atraso, é possível que o resultado final também demore mais do que o previsto.

Os haitianos esperam, porém, que a cerimônia de posse ocorra até o dia 14 de maio, quando se encerra a prorrogação do mandato da atual presidente, René Préval.

Martelly, de 50 anos, não tem experiência na política. No Haiti, ele é mais conhecido como Sweet Micky, seu nome artístico, ou como Ted Kalé (cabeça raspada). Como cantor e compositor, alcançou fama com o estilo musical Compas, um tipo mais lento de merengue com influência eletrônicas.

AS/lusa/dpa/dapd
Revisão: Bettina Riffel

Leia mais