1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Republicanos passam emenda contra plano de Barack Obama sobre imigrantes

Câmara dos Deputados aprova projeto de lei que visa anular novo programa de imigração, que legalizaria a situação de cerca de 5 milhões de pessoas nos EUA. Presidente deve fazer uso do veto, caso texto passe pelo Senado.

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou, nesta quarta-feira (14/01), um projeto de lei que visa anular o novo programa de imigração, anunciado em novembro pelo presidente Barack Obama. Na época, as medidas executivas de Obama aliviaram a situação de aproximadamente 5 milhões de imigrantes ilegais nos EUA. Caso o projeto de lei passe pelo Senado, Obama deve fazer uso do veto presidencial.

Dominada pela oposição republicana, a Câmara aprovou, por 236 votos favoráveis e 191, contra uma lei que financia com 39,7 bilhões de dólares o Departamento de Segurança Nacional até o fim do ano fiscal, em 30 de setembro de 2015. Mas os deputados aprovaram também uma emenda que impede a aplicação do plano anunciado por Obama, em 20 de novembro, que previa conceder vistos de trabalho de três anos a vários milhões de imigrantes ilegais.

"Os presidentes não têm o direito de reescrever as leis, em nenhum caso", disse o líder da maioria republicana na Câmara, Kevin McCarthy. Agora, o projeto de lei tem que passar pelo Senado, também de maioria republicana, mas onde os democratas estão em número suficientes para bloquear a aprovação. Se aprovada também na câmara alta do Congresso americano, o democrata Obama deve fazer uso do veto presidencial.

O projeto aprovado nesta quarta-feira tenta reverter também um programa anterior, que prevê a concessão de vistos de trabalho e proteção de deportação a mais de 600 mil imigrantes que chegaram aos EUA ainda crianças. O último programa de regularização geral nos Estados Unidos data de 1986. Desde então, todas as tentativas de grande reforma das leis de imigração fracassaram, a mais recente em 2013.

PV/lusa/dpa/rtr

Leia mais