1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Relembre casos de suicídio na aviação

Tragédia envolvendo avião da Germanwings não é caso isolado. História da aviação inclui outros incidentes em que os pilotos aparentemente tiveram a intenção de tirar a própria vida e a dos passageiros.

O atual estado das investigações indica que a queda do voo 4U-9525 da Germanwings, nos Alpes franceses,

foi propositalmente provocada pelo copiloto

. E não se trata de um fato isolado:

- Em dezembro de 1997, todos os 104 passageiros de um voo da SilkAir morreram no trajeto de Jacarta a Cingapura. Investigadores americanos afirmam que o acidente foi perpetrado pelo capitão da aeronave, enquanto autoridades indonésias deixam a causa em aberto.

- Também permanecem obscuros os motivos da catástrofe do voo 990 da EgyptAir, que fez 217 vítimas em 1999, no estado de Massachusetts, Estados Unidos. "Eu confio em Deus", são as últimas palavras do piloto, repetidas várias vezes depois de desligar o piloto automático e entrar em voo descendente. As autoridades egípcias falam em problemas técnicos, investigadores americanos, em suicídio.

- Quatorze anos depois, em 2013, um avião moçambicano caiu sobre a Namíbia. Do relatório das investigações consta que o piloto teve a "clara intenção" de provocar a queda, que resultou na morte de 33 pessoas.

- Ainda mais misterioso é o destino do voo 370 da Malaysia Airlines, que ia de Kuala Lumpur a Pequim em março do ano passado. Até hoje não se sabe o paradeiro dos 239 passageiros e tripulantes a bordo, já que a aeronave nunca foi encontrada. A suspeita é de que os pilotos tenham planejado o desastre.

Leia mais