1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Reino Unido tem primeiro caso de ebola

Depois de regressar de Serra Leoa, mulher passa mal e é internada em ala de isolamento de hospital na Escócia. OMS anuncia que total de infectados na África já passa de 20 mil.

Uma assistente de saúde foi diagnosticada com ebola um dia após ter regressado de Serra Leoa à sua casa, em Glasgow, na Escócia. O anúncio, feito nesta segunda-feira (29/12) pelo governo local, confirma o primeiro caso da doença no Reino Unido.

Segundo as autoridades de saúde, a doença foi identificada em um estágio ainda precoce e, portanto, o perigo para outras pessoas é "extremamente baixo".

A paciente está sendo tratada, de forma isolada, no Hospital Gartnavel, em Glasgow. Ela voou no domingo da capital marroquina, Casablanca, em voo da companhia aérea British Airways com escala no aeroporto Heathrow, em Londres, o maior da Europa.

No início desta segunda-feira, a mulher passou mal e foi encaminhada ao hospital, onde está sendo tratada numa ala isolada.

"Todos os possíveis contatos com o a paciente estão sendo investigados, e qualquer pessoa considerada em risco será contatada e acompanhada de perto", afirmou o governo local. "No entanto, como ela foi diagnosticada em um estágio bastante precoce da doença, o risco para outros é consideravelmente baixo."

Este é o primeiro caso do vírus diagnosticado no Reino Unido. Em agosto o assistente de saúde britânico William Pooley, que havia contraído ebola na África Ocidental, foi transportado ao Reino Unido, onde seguiu seu tratamento. Em setembro, ele recebeu alta.

Também nesta segunda-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou que o número de pessoas infectadas por ebola em Serra Leoa, Libéria e Guiné ultrapassou a marca de 20 mil. A epidemia já causou mais de 7.842 mortes.

Com mais de 9 mil casos, quase metade do total, Serra Leoa é o país onde a doença está mais presente.

PV/dpa/rtr

Leia mais