1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Região do Allgäu tem 100 km de trilhas para caminhar na neve

No sul da Alemanha, montanhismo de inverno é opção de lazer para quem não pratica esquí. Oberstdorf é um dos principais pontos de partida para caminhadas na neve, com direito a vistas panorâmicas dos Alpes.

default

Subida do pico Riedberghorn exige experiência em terreno alpino

Quem não pratica esquí ou o radical snowboard pode se sentir um tanto deslocado ao visitar as regiões alpinas no inverno. Não é assim no Allgäu, no sul da Baviera. A região oferece cerca de 100 quilômetros de trilhas para caminhadas na neve, com impressionantes vistas panorâmicas dos Alpes.

Oberstdorf im Allgäu, Fernsicht

Oberstdorf, atrai turistas o ano inteiro

Um dos pontos de partida prediletos para os passeios é Oberstdorf, cidade de 10 mil habitantes, que chega a ter 2,5 milhões de pernoites de turistas por ano. Em seus arredores, há 200 km de trilhas para montanhismo (metade aberta no inverno), além das 44 km de pistas de esquí. Cerca de 75% do território do município são áreas de preservação ambiental.

Como a neve tem sido escassa nas pistas, pelo menos neste inverno, aumenta o movimento nas trilhas. Uma primeira caminhada leve é o giro partindo de Oberstdorf, passando pela cabana Gaisalpe e o bairro Reichenbach e voltando para a cidade.

Esta trilha tem uma altitude média de 1000 m e serve de aquecimento para caminhadas mais ambiciosas. Na cabana Gaisalpe, pode-se emprestar um trenó e matar a saudade dos tempos de criança: escorregar sobre a neve por um trecho de quase dois quilômetros, morro abaixo.

Schlittenfahren in Oberstdorf

Descendo de trenó do Nebelhorn: opção divertida também para famílias

Oberstdorf está rodeada de montanhas, entre elas, o Nebelhorn (2224 m), um dos picos mais elevados da região. Somente de teleférico é possível chegar ao seu topo no inverno. O Nebelhorn faz jus ao seu nome em alemão e freqüentemente some na neblina, mas oferece garantia de neve farta.

Quando o tempo colabora, pode-se dar uma volta de duas horas por trilhas escavadas na neve eterna. A descida para o vale também pode ser feita em trenó, pelo menos no trecho de 3,5 km a partir da cabana Edmund Probst-Haus (1927 m de altitude).

Dois países, dois vales

Oberstdorf im Allgäu, Kirche

Capela de São Vendelino, à beira da trilha que liga Oberstdorf a Rizlern

Uma outra trilha que oferece uma paisagem deslumbrante, tanto no inverno quanto no verão, liga Oberstdorf a Rizlern. São cerca de cinco horas de caminhada, a altitudes entre 1000 e 1500 m, com vista para dois vales: o Stillachtal (na Alemanha) e o Kleinwalsertal (na Áustria).

O ponto de partida ideal é o Hotel Schönblick (1358 m), cujo acesso mais fácil é através do povoado de Karatsbichl, de onde parte o teleférico Söllereckbahn. Dali se pode cruzar a fronteira austríaca com os pés na neve e os olhos voltados para o Kleinwalsertal e o pico Hoher Ifen (2230 m).

Stillachtal

Vale Stillachtal, cercado de montanhas de até 2000 m de altitude

No retorno ao vale e ao estacionamento do teleférico, painéis instalados ao longo da trilha explicam a fauna, flora e geografia da região e convidam à preservação da natureza. Caminha-se por florestas mistas (coníferas, pinheiros vermelhos, faias e carvalhos) e se descortina o panorama do bucólico vale Stillachtal (ou Birgsautal), rodeado por montanhas de até 2000 m de altitude.

Uma parada "obrigatória" é a aconchegante cabana Hochleite (1185 m), onde se pode degustar uma sopa de queijo ( Käseknödelsuppe ) ou outros pratos típicos. O Allgäu bávaro responde por 70% da produção alemã do queijo Emmentaler.

Neve a perder de vista

Schneewanderung in Oberstdorf

Região de Bolgental: paisagem rara neste inverno na Alemanha

Uma caminhada fascinante com "gostinho de alpinismo" pode ser feita entre os picos Bolsterlangerhorn e Riedberghorn. Parte-se de Bolsterlang com o teleférico Hörnerbahn, que leva esquiadores e montanhistas a uma altitude de 1586 m.

Numa trilha larga, compactada por uma espécie de mini-bugui para neve, pode-se fazer uma caminhada leve, com vista tanto para os Alpes ao sul quanto para as planícies do Allgäu ao norte.

Oberstdorf im Allgäu, Bergpanorama

Esta é a recompensa para quem escala o pico Riedberghorn

No final da trilha oficial, é forte a tentação de ir mais longe. O pico Riedberghorn (1787 m) convida para uma subida que faz o suor pingar na neve, mas oferece como recompensa um verdadeiro cartão postal dos Alpes alemães.

Oberstdorf im Allgäu, Skigebiet

Sapatos especiais para não afundar na neve

No último trajeto, recomenda-se usar os chamados sapatos de neve, para não afundar no "mar branco". A subida ao pico, que prolonga a caminhada por mais uma hora e meia, é reservada a quem já tem uma certa experiência em terreno alpino. Mas a região do Allgäu oferece oportunidades de sobra para adquirir esta experiência em pouco tempo.

Leia mais