1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Reetiquetagem de carne vencida dá 3,5 anos de cadeia

Condenado a 3,5 anos de prisão comerciante de carnes responsável por um dos maiores escândalos alimentícios na Alemanha.

default

Carne é examinada em laboratório

No primeiro grande julgamento por causa de carne vencida comercializada na Alemanha, o Tribunal Regional de Essen condenou nesta segunda-feira (26/03) a 3,5 anos de prisão um comerciante de Gelsenkirchen que, em 2004 e 2005, havia colocado no mercado 400 toneladas de carne impróprias para o consumo humano. Além disso, o réu, de 40 anos, foi proibido, por três anos, de exercer a profissão.

Segundo o tribunal, o acusado vendeu, entre outros, 80 toneladas de carne moída de peru com a data de validade vencida. Ele também colocou no mercado carne que originalmente é imprópria para o consumo humano por questões de higiene. Os juízes acusaram o réu de comercializar carne deteriorada e restos de matadouro.

Em outro julgamento no Estado de Baden-Württemberg envolvendo a reetiquetagem e venda de carne com prazo de validade vencida, a Promotoria Pública requereu um ano de prisão condicional para o atacadista acusado. A sentença será pronunciada na próxima sexta-feira (30/03). (rw)

Leia mais