Reeperbahn oferece diversão para todos os gostos e bolsos | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 05.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Reeperbahn oferece diversão para todos os gostos e bolsos

A avenida mais famosa de Hamburgo é o centro da vida noturna do bairro boêmio de Sankt Pauli, conhecido no mundo todo pelas vitrines com prostitutas e baladas para todos os estilos musicais.

default

A Grosse Freiheit é uma das ruas da região da Reeperbahn

Quem passa despercebido durante o dia pela avenida Reeperbahn, em Hamburgo, não imagina o que acontece à noite por ali. De manhã e à tarde as pessoas veem apenas lojas e supermercados e, às vezes, se impressionam com os vários locais que estão, ainda, de portas fechadas e com os letreiros apagados.

Mas, quando a noite chega, a região em torno da Reeperbahn – conhecida em Hamburgo como sündige Meile, quer dizer, a "milha do pecado" – ferve. O local fica lotado de alemães e turistas que querem se divertir na região onde se concentram os melhores clubes e bares da segunda maior cidade da Alemanha.

Uma amostra disso é a saída da estação de metrô Sankt Pauli – nome do distrito onde está localizada a Reeperbahn ou Kiez, para os mais íntimos – a partir das 21h. Uma multidão sai da estação em direção aos bares, clubes e restaurantes do local. A noite, a partir daí, já começa a valer a pena.

Opções para todos

Deutschland Beatles-Platz in Hamburg eingeweiht

Praça dos Beatles fica na esquina da Reeperbahn com a Grosse Freiheit

O bairro é muito mais do que lojas que vendem produtos eróticos e bares com shows de striptease. Em Sankt Pauli existem opções para todos os gostos e bolsos, para que a noite se transforme numa grande balada.

Muitos botecos, frequentados em sua grande maioria por estudantes, disponibilizam cerveja por no máximo 2 euros. Entre as várias bebidas disponíveis há um shot muito especial chamado mexikaner – um drinque preparado com diversos ingredientes, entre eles suco de tomate, pimenta, vodka e grãos – que em alguns bares sai até mesmo por apenas 50 centavos.

Há várias opções de bares com pista de dança. Em alguns, os baladeiros de plantão encontram DJs que tocam os hits do momento. Em outros, há músicas da década de 80 e 90 para ouvir e dançar, e por aí vai. Há opções para todos, até mesmo para quem gosta de heavy metal ou reggae.

Hans Albers e Beatles

Uma das ruas paralelas à Reeperbahn é a Hamburger Berg, onde predominam os estudantes alemães. Músicas da década de 80 e 90, além de rock pauleira, dão o tom nos diversos clubes e bares lá localizados. Já na Praça Hans Albers predominam os turistas e bares com música ao vivo.

Hans Albers é o mais famoso artista que já declarou seu amor à Reeperbahn. Ele escreveu a música Auf der Reeperbahn nachts um halb eins (Na Reeperbahn, à meia-noite e trinta). Num dos versos, Albers decreta que, quem nunca teve uma noite divertida fazendo um tour pela Reeperbahn, é um joão-ninguém.

Na canção, Albers, claro, coloca um acento maior na palavra Nacht, que significa noite. Quando escurece, os vários letreiros de bares, discotecas, lanchonetes e lojas de produtos eróticos iluminam as ruas e dão um aspecto especial à noite de Hamburgo.

Deutschland Stadt Hamburg Flash-Galerie Reeperbahn

A rua Grosse Freiheit, uma das mais famosas do bairro boêmio Sankt Pauli

Na Grosse Freiheit, outra rua famosa na região, muita música já foi escrita. Foi lá que os Beatles estrearam em solo alemão. No Clube Indra, que após algumas reformas ainda existe, os ingleses "roquearam" no início dos anos 60.

Em homenagem ao grupo inglês, em 2008 foi construído um memorial representando todos os integrantes de um dos mais famosos grupos de rock do mundo. A praça é passagem obrigatória, principalmente para os turistas, para tirar uma foto com os "garotos de Liverpool" em estátua de aço inoxidável.

Na mesma rua, já à noite, os teatros e clubes de striptease estão abertos. Há clubes noturnos como o Dollhouse, que já faz parte da história do Kiez, onde mulheres com pouca ou nenhuma roupa dançam e fazem shows eróticos.

Mas um aspecto interessante dessa salada de gostos e opções é que muitos grupos de amigos aproveitam a noite na Reeperbahn para fazer um tour e passar de bar em bar. Em cada parada, os jovens se abastecem de cerveja e outros drinques mais, encontram conhecidos e vão seguindo até o sol raiar.

Despedidas de solteiro

Rotlichtbezirk

Na Herbertstrasse, apenas os homens podem entrar

A Reeperbahn também é palco para as famosas despedidas de solteiro, que, em alemão, se chamam Junggesellenabschied. É quando homens ou mulheres celebram com os amigos ou amigas – e com muita bebida alcoólica – a passagem da vida de solteiro para a de casado. Não somente os nativos de Hamburgo celebram essa mudança, mas também muitos grupos vêm de cidades próximas para fazê-lo em Hamburgo – e claro, mais especificamente, na Reeperbahn.

Os amigos, sempre fantasiados ou com camisas uniformizadas, enchem a cara, se divertem e, ainda, vendem brindes como camisinhas, chaveiros, bebidas especiais etc. Um dos pontos altos, ainda, é a interação do grupo com as pessoas próximas: há vários jogos, brincadeiras e distribuição de brindes. É importante frisar que o dinheiro arrecadado com a venda dos objetos é convertido, logo alguns metros à frente, em mais cerveja.

Herbertstrasse

A rua, conhecida em toda a Alemanha, é o reduto da prostituição na região da Reeperbahn e um local exclusivo para homens. Sentadas em vitrines, as prostitutas oferecem seus serviços. Mulheres que tentam entrar na rua são "delicadamente" abordadas pelas profissionais do sexo e têm que se retirar imediatamente.

As duas pontas da rua são bloqueadas por tapumes e um aviso gigante informa que só podem entrar homens maiores de 18 anos. Neste momento, protegidos do mundo exterior, os homens aproveitam sua liberdade para apenas contemplar ou, se quiserem, comprar os serviços oferecidos.

Autor: Fernando Caulyt
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais