1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Recorde mundial de Rupprath

Thomas Rupprath quebra recorde dos 50 metros costas e Antje Buschschulte fatura sua primeira medalha de ouro em piscina olímpica. Alemanha termina o mundial em quinto.

default

O nadador comemora o novo melhor tempo

A Alemanha conquistou ao todo cinco medalhas de ouro no 10º Mundial de Natação, encerrado neste domingo em Barcelona. Além de Hannah Stockbauer, que venceu três provas, Thomas Rupprath e Antje Buschschulte subiram no alto do pódio. O novo albatroz da natação alemã não só confirmou seu favoritismo nos 50 metros costas, como bateu o recorde mundial da prova (24,80 segundos).

Já Buschschulte sagrou-se campeã mundial em piscina olímpica pela primeira vez em sua carreira. Mais que Stockbauer, a nadadora de 24 anos beneficiou-se da ausência de Franziska van Almsick, ao ganhar exatamente numa das modalidades de curta distância, os 100 metros livres. Mas nesta hora isto pouco importa.

Antje Buschschulte

Antje Buschschulte

A conquista encerrou o pesadelo da alemã de Magdeburg de morrer na beira da praia. Nem por isto conseguiu dormir sua primeira noite de campeã mundial, no dia 22: "Estava tão excitada que não conseguia sossegar."

Desde 1996, Buschschulte colecionou 12 títulos europeus e três mundiais. No entanto, quase todos em provas de revezamento e em piscinas curtas, como sua única medalha de ouro individual no Europeu de Natação de 1997.

Além das medalhas de ouro, os nadadores alemães conquistaram em Barcelona uma de prata e duas de bronze, somando oito. A coleção deu à Alemanha o terceiro lugar na classificação geral, atrás dos Estados Unidos e da Austrália. Juntando as medalhas de todos os esportes aquáticos (inclui saltos ornamentais, nado sincronizado e pólo aquático), a Alemanha ficou com a modesta quinta colocação, com mais seis medalhas de prata e três de bronze, num total de 17.

Leia mais

Links externos