Rebeldes líbios anunciam morte do ex-ditador Muammar Kadafi | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 20.10.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Rebeldes líbios anunciam morte do ex-ditador Muammar Kadafi

Kadafi teria sido capturado e morto durante a tomada de Sirte, cidade de origem do ex-ditador e último reduto das forças que o apoiavam.

default

Cartaz do ditador em Trípoli

O ex-ditador líbio Muammar Kadafi foi capturado e morto durante a tomada da cidade de Sirte, afirmaram nesta quinta-feira (20/10) líderes rebeldes ouvidos pelas agências de notícias Reuters e AFP.

"Anunciamos para o mundo que Kadafi foi morto pelas mãos da revolução", afirmou uma porta-voz do Conselho Nacional de Transição, Abdel Hafez Ghoga. "É um momento histórico. É o final da tirania e da ditadura. Kadafi encontrou seu destino."

"Ele foi morto num ataque dos combatentes. Há uma imagem disso", afirmou o ministro da Informação do CNT, Mahmoud Shammam, à Reuters.

Horas antes, as agências internacionais de notícias e emissoras como a Al Jazeera informavam a captura de Kadafi, mas diziam que ele estava vivo.

Libyen Jubel in Sirte nach der Festnahme von Muammar al Gaddafi

Rebeldes celebram em Sirte após notícia da captura de Kadafi

"Ele foi capturado. Ele está ferido nas duas pernas. Ele está sendo levado de ambulância", declarou o oficial rebelde Abdel Majid à Reuters. "Ele foi capturado. Ele está gravemente ferido, mas ainda está respirando", afirmou o comandante rebelde Mohamed Leith à AFP.

Segundo a emissora árabe, Kadafi foi capturado na cidade de Sirte, o último reduto de seus apoiadores e que nesta quinta foi tomada pelas forças rebeldes. "Sim, ele foi detido, mas não temos certeza se está vivo ou morto", afimou o comandante rebelde Jamal Bu Shehata à Al Jazeera.

AS/rtr/afp/dpa
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais