1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Rebeldes aceitam cessar-fogo na Ucrânia

Após reunião com representantes do governo russo e da OSCE, separatistas da autonomeada "República Popular de Donetsk" concordaram com cessar-fogo e início de diálogo com Kiev.

Os separatistas do leste da Ucrânia informaram na segunda-feira (23/06) que concordam com o cessar-fogo unilateral decretado pelo presidente do país, Petro Poroshenko. A trégua pelo lado dos rebeldes, porém, vale até sexta-feira.

"Nós esperamos que as negociações de paz comecem durante o cessar-fogo", disse o autoproclamado primeiro-ministro da "República Popular de Donetsk", Alexander Boroday, à agência russa de notícias Interfax. A república, que se declarou independente após uma consulta popular, não é reconhecida como tal pela Ucrânia.

Donetsk é considerado o reduto mais importante dos separatistas. Na cidade, representantes da Rússia e da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) se encontraram com líderes dos rebeldes na segunda-feira.

De acordo com o ex-presidente ucraniano Leonid Kutchma, que participou do encontro com um mandato de Poroshenko, a trégua é resultado dessas negociações.

Num pronunciamento na televisão no domingo, Poroshenko afirmou estar aberto ao diálogo com os separatistas. O cessar-fogo é a primeira etapa de um plano de paz proposto pelo presidente ucraniano.

CN/dpa/rtr/afp

Leia mais