1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Real para em Oblak e fica no 0 a 0 contra Atlético

Goleiro esloveno segura finalizações de Bale e Rodríguez e garante empate no clássico espanhol, no jogo de ida pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Em Turim, Juventus bate Monaco por 1 a 0 com pênalti polêmico.

default

Oblak segurou chutes de Bale (foto) e de Rodríguez

Apesar de dominar grande parte da partida, o Real Madrid empatou com o Atlético de Madri nesta terça-feira (14/04) no jogo de ida pelas quartas de final da Liga dos Campeões. O empate de zero a zero no estádio Vicente Calderón foi garantido pelo goleiro Oblak, do Atlético, que defendeu, no mínimo, cinco grandes chutes de Gareth Bale e James Rodríguez.

O primeiro tempo teve domínio quase absoluto do Real, que contou com mais de 60% de posse de bola. Logo no início do primeiro tempo, Bale furou a zaga do uruguaio Godín e ficou de frente com Oblak, que impediu o gol ao abrir seus braços.

O goleiro do Atlético ainda interviu para impedir uma finalização de Bale de fora da área e dois chutes de muita categoria de James Rodríguez. Enquanto que o primeiro tempo foi de grande velocidade, o segundo teve grandes disputas de bola. Somente no segundo tempo foram distribuídos cinco cartões amarelos.

A partida de volta será na quarta-feira (22/04), às 16h45 (horário de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu. Um novo placar de zero a zero leva a partida para a prorrogação e, caso permaneça a igualdade, a vaga será disputada nos pênaltis. Já o empate com gols favorece o Atlético. Quem vencer se classifica para a semifinal.

UEFA Champions League, Juventus Turin - AS Monaco

Arturo Vidal (esq.) e Nabil Dirar lutam pela bola

Juventus bate o Monaco por 1 a 0

Na outra partida pelas quartas de final desta terça-feira, o Juventus derrotou o Monaco por 1 a 0 em Turim, na Itália. O único gol da partida aconteceu após um pênalti polêmico marcado convertido aos 11 minutos do primeiro tempo pelo chileno Arturo Vidal.

Em um lance duvidoso, o árbitro Pavel Královec entendeu que o zagueiro português Ricardo Carvalho derrubou o espanhol Morata enquanto os dois corriam para alcançar a bola.

Porém, não ficou claro se o defensor tropeçou nos pés do atacante. Jogadores do Monaco reclamaram também que a falta não teria sido motivo para a cobrança de pênalti, já que teria acontecido fora da área.

Juventus poderá jogar pelo empate no jogo de volta, na França, na quarta-feira (22/04). No jogo a ser realizado às 16h45 (horário de Brasília), o time italiano tem a vantagem do empate para avançar às semifinais da Liga dos Campeões.

FC/sid/dpa/ots

Leia mais