1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Rayovac assume divisão de pilhas da Varta

Empresas faturaram mais de 1 bilhão de dólares em 2001. Agora Rayovac consolida-se como uma das maiores fabricantes de pilhas do mundo. Transação não inclui joint venture da Varta no Brasil.

default

A Varta também passa à empresa americana sua linha de pilhas para máquinas fotográficas

A empresa alemã Varta AG anunciou, nesta segunda-feira (29), a venda de sua divisão de pilhas para a concorrente americana Rayovac Corporation. O acordo inclui 100% do controle de suas subsidiárias fora da Alemanha neste setor. Além disso, as duas formarão uma joint venture para o mercado alemão de pilhas. A Rayovac controlará 51% da nova empresa.

"Encontramos na Rayovac o parceiro ideal para nosso setor de pilhas", declarou Georg Prilhofero, diretor geral da Varta. Já o presidente da Rayovac, Dave Jones, qualificou a transação como "um marco na história da empresa" e elogiou a boa reputação que a marca alemã tem nos mercados sul-americano e europeu.

"Do ponto de vista estratégico, a operação é ideal. Quando as negociações estiverem concluídas, a Rayovac estará entre as maiores produtoras de pilhas do mundo e será líder na Alemanha, maior mercado consumidor do produto na Europa", analisou Jones. Os negócios da Varta na Europa serão integrados à estrutura européia da Rayovac, sob direção do presidente do setor de pilhas da empresa alemã, Remy Burel.

Ao passar para a ex-concorrente seus negócios com pilhas, a Varta poderá se concentrar no ramo de baterias para automóveis e microbaterias. A transação não atinge, portanto, a joint venture da empresa no Brasil.

No ano de 2001 o setor de pilhas da Varta obteve um faturamento de 389 milhões de euros, representando 34% do faturamento total da empresa. Já a gigante americana com sede em Madison, Wisconsin, registrou no mesmo ano um faturamento de 616 milhões de dólares.