1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Ralf Schumacher diz que Williams vence em São Paulo

GP do Brasil pode se tornar um duelo entre irmãos. Michael Schumacher confia no rendimento da nova Ferrari F2002, que estará fazendo sua estréia. Mas Ralf garante que as Williams são favoritas.

default

Ralf Schumacher na sua Williams-BMW

Ralf Schumacher, 26 anos, costuma ser reservado ao fazer prognósticos. Mas depois da vitória no GP da Malásia ele passou a expressar claramente suas ambições. "Acho que podemos ganhar da Ferrari em São Paulo e Imola", disse Ralf. "No GP do Brasil somos favoritos."

O traçado de Interlagos favorece de fato as Williams, como ficou comprovado no ano passado, quando o colombiano Juan Pablo Montoya liderou metade da prova, depois de fazer uma brilhante ultrapassagem em Michael Schumacher. Mas teve o azar de sofrer um acidente provocado por Jos Verstappen.

Este ano as Williams superaram as McLaren e são as principais rivais da Ferrari, admitem tanto Ralf quanto o próprio Michael Schumacher. Mas Ralf afirma que é preciso constância para ganhar o campeonato. Este foi, segundo ele, o fator decisivo que levou a Ferrari a triunfar nos dois últimos mundiais.

Pela primeira vez depois de cinco anos, a escuderia Williams voltou a liderar o mundial de construtores. A combinação dos motores BMW e pneus Michelin está dando bons resultados.

Barrichelo – No último GP do Brasil, Ralf Schumacher abandonou a prova em acidente provocado por Rubens Barrichello. Rubinho foi muito criticado pela imprensa alemã, que insinuou certa maldade do brasileiro. Este ano, a partir do GP do Brasil, a Fórmula-1 irá punir o piloto que infringir o regulamento. Na corrida seguinte, ele cairá dez posições no grid. Ralf acha que Rubinho, apesar da pressão de correr no Brasil, desta vez será mais precavido O fato de a Williams manter dois pilotos em igualdades de condições é produtivo para o time, segundo Ralf Schumacher. Embora isto faça com que um tire pontos do outro, a Williams tem dois pilotos em condições de ganhar corridas e bater Michael Schumacher. Na Ferrari, Michael é mais forte que Rubinho e precisa temer mais seus adversários da Williams do que seu companheiro de escuderia, concluiu Ralf.

Leia mais