1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Rainha do deserto" vai de Volkswagen

Volks participa do rali Paris-Dacar com três buggys e seis pilotos, entre os quais a primeira mulher a vencer a famosa maratona no deserto: a alemã Jutta Kleinschmidt.

default

Tarek, arma alemã no Paris-Dacar

A campeã de 2001 e vice do rali Paris-Dacar no ano passado é modesta nas previsões sobre o desempenho de sua equipe na tradicional maratona no deserto. Jutta Kleinschmidt, 40 anos, se dará por satisfeita se um dos três carros vencer ao menos uma etapa da corrida, que começa neste dia 1º de janeiro.

A alemã deixou a equipe da Mitsubishi em maio, para dedicar-se ao planejamento e desenvolvimento do protótipo da Volkswagen: o Tarek, feito especialmente para a competição.

Jutta Kleinschmidt mit Beifahrerin Fabrizia Pons, von links nach rechts

Jutta Kleinschmidt e Fabrizia Pons

"É ótimo trabalhar com um grupo jovem. Sempre quis que uma equipe alemã participasse do Paris-Dacar. Na Mitsubishi, já estava ficando monótono, eu não tinha mais o que conquistar. Agora, temos novos desafios", explica Jutta Kleinschmidt.

O Tarek é baseado no primeiro utilitário esportivo da Volkswagen, o Touareg, de tração integral. O nome do novo jipe, já lançado na Alemanha, vem de um povo nômade do Saara, rico em tradições, e que significa "cavaleiros do deserto".

Carro simples, mas robusto

O buggy Tarek serve apenas de carro-teste para a Volkswagen, que na realidade está preparando o Touareg para o rali de 2004. Por falta de tempo para desenvolver a tração nas quatro rodas, a fábrica optou por preparar um veículo simples, mas robusto, com tração apenas traseira.

A co-piloto da "rainha do deserto", como Jutta é conhecida na Alemanha, é a italiana Fabrízia Pons, que participou com Michele Mouton dos mundiais de rali nos anos 80, mas corre pela primeira vez o Paris-Dacar.

Os favoritos de Jutta Kleinschmidt na prova deste ano são os cinco carros da Mitsubishi e os dois da francesa Schlesser. Mas, na sua opinião, podem haver surpresas por parte da BMW e da Nissan.

Três pilotos alemães

VW Team: Paris Dakar

Os pilotos da Volks, na frente, a partir da esquerda: Jutta, Fabrizia e Willis. Atrás: Depping, Henrard e Bachhuber

As três duplas que correrão pela equipe Volkswagen serão formadas por Jutta Kleinschmidt e Fabrizia Pons, o belga Stéphane Henrard com o irlandês Bobby Willis e os alemães Dieter Depping com Walter Bachhuber.

O nome oficial da edição 2003 do famoso rali é Telefónica-Dakar. A primeira parte é uma referência à operadora de telefonia da Espanha, que vai patrocinar o evento.

O segundo nome é apenas tradição, já que a largada, nesta quarta-feira (1º), será em Marselha, ao sul da França, e a chegada, prevista para 19 de janeiro, em Sharm El Sheik, no Egito. O percurso, de mais de 8,5 mil quilômetros, atravessa a França, Espanha, Tunísia, Líbia e Egito.

Leia mais

Links externos