1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Rainha da Holanda abdica do trono em favor do filho

A rainha Beatrix anunciou que vai ceder o trono ao príncipe Willem-Alexander no dia 30 de abril. A admirada monarca reinou por mais de três décadas.

Após quase 33 anos de reinado, Beatrix da Holanda anunciou nesta segunda-feira (28/01) que vai abdicar do trono para dar lugar ao filho Willem-Alexander. O príncipe herdeiro, de 45 anos, será coroado no dia 30 de abril. Esta será a primeira vez que a Holanda terá um rei em mais de um século. Willem-Alexander é casado com a argentina Máxima Zorreguieta Cerruti e tem três filhas.

Chegou a hora de passar a responsabilidade sobre o país para as mãos de uma nova geração", disse Beatrix em um discurso à nação, transmitido pela TV holandesa.

Niederlande Königin Beatrix mit Prinz Willem-Alexander und Prinzesin Maxima

Beatrix ao lado do príncipe Willem-Alexander e da princesa Máxima

Observadores da Casa Real já haviam antecipado há muito tempo a abdicação da monarca, que completará 75 anos nesta quinta-feira. Ainda assim, Beatrix continuou ativa em seu papel de soberana, tendo realizado visitas oficiais a Cingapura e Brunei nas últimas semanas.

As especulações a respeito do futuro de Beatrix no trono aumentaram depois que o príncipe Johan Friso, de 44 anos, entrou em coma após sofrer um acidente de esqui na Áustria, no dia 17 de fevereiro. O prognóstico sombrio abalou profundamente a rainha. Friso permanece inconsciente em um hospital de Londres.

Segundo pesquisas recentes, Beatrix é admirada pela grande maioria dos 16 milhões de holandeses. A maior parte da população também acredita que Willem-Alexander esteja bem preparado para assumir o trono.

A rainha Beatrix foi coroada no dia 30 de abril de 1980, quando sua mãe, a rainha Juliana, também abdicou em favor da filha. Além dos príncipes Willem-Alexander e Friso, Beatrix tem ainda um filho de 43 anos, Constantijn. Seu marido, o príncipe Claus, de origem alemã, morreu em 2002.

FF/dpa/rtr/afp
Revisão: Luisa Frey

Leia mais