1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Racismo motivou ataque com espada na Suécia

Escolha das vítimas na escola teria sido deliberada, afirma polícia sueca. Segundo imprensa, autor de atentado teria histórico de radicalismo direita e exaltava Alemanha nazista.

Autoridades afirmaram nesta sexta-feira (23/10) que o ataque com espada realizado por um homem mascarado numa

escola de Trollhättan

, no sudoeste da Suécia, teve motivação racista.

"Há três indícios claros. Primeiramente, nós encontramos alguns objetos na casa do autor do atentado. Além disso, ele escolheu deliberadamente suas vítimas na escola", afirmou um porta-voz da polícia, acrescentando que todas as vítimas tinham origem migratória.

A polícia não revelou mais detalhes sobre o crime. Mas, segundo testemunhas, o capacete preto do autor do atentado lembrava um uniforme nazista. O jovem, de 21 anos, invadiu nesta quinta-feira a escola armado com uma espada.

Um professor e um aluno morreram e outras duas pessoas ficaram gravemente feridas no ataque. O autor do atentado foi ferido com um tiro pela polícia e morreu num hospital em Norra Älvsborg.

Segundo a imprensa sueca, o autor do ataque tem histórico de extremismo de direita. Na internet, ele teria exaltado Adolf Hitler e a Alemanha nazista, além de criticar o Islã e a migração. Ele também seria fascinado por filmes de guerra.

A escola Kronan tem 400 alunos, do jardim de infância ao ensino médio. Entre eles, há muitas crianças refugiadas que acabaram de chegar ao país. Ela fica em um bairro desfavorecido da cidade industrial de Trollhättan, berço da montadora Saab, e é descrita pela imprensa como "escola problema".

CN/dpa/afp

Leia mais