1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Quem não tem Haas torce por Kuerten

Thomas Haas está entre os oito melhores tenistas do mundo, mas comparece ao Masters de Sydney apenas como reserva.

O número 1 do tênis alemão ficou fora das quadras com a recente mudança no regulamento da ATP. A partir desta Copa do Mundo de Masters, passa a ser obrigatória a aceitação dos vencedores de Grand Slam como participantes do torneio de encerramento da temporada. Assim, o campeão de Wimbledom, o croata Goran Ivanisevic, roubou a vaga de Haas, mesmo sendo o 13º do ranking.

Apesar do desfecho pouco empolgante, essa temporada trouxe para Haas resultados positivos. Desde Boris Becker que um alemão não conquistava dois torneios importantes em seqüência, como Haas fez em Viena e no Masters de Stuttgart.

Porém, as comparações constantes entre ele e Becker já o deixam irritado. Além disso, a promessa não cumprida de Becker, de auxiliá-lo, também o desapontou. "Ele falou muito, mas não cumpriu com sua palavra", queixa-se Haas. Para pontuar a discussão, o oitavo melhor do mundo é enfático: "A vida segue em frente, mesmo sem Boris Becker."

Se os alemães não podem depositar em Haas a expectativa de um grande sucesso no encerramento dessa temporada, resta a eles buscar um novo herói. Para o Masters de Sydney a torcida germânica deverá apostar no brasileiro Gustavo Kuerten. Numa matéria elogiosa do Frankurter Allgemeine Zeitung, o catarinense foi chamado de "O bom moço de Florianópolis". Graças à sua ascendência alemã, Kuerten é considerado um "teuto-brasileiro" na Alemanha.

Guga, mesmo com a torcida de dois países, não está com sorte. Seus adversários no ranking, o australiano Lleyton Hewit, segundo colocado, e o americano Andre Agassi, terceiro, venceram as partidas que disputaram nesta segunda-feira. Hewitt marcou sets de 3/6, 6/2 e 6/3 sobre o francês Sebastien Grosjean e Agassi derrotou o anfitrião Patrick Rafter com parciais de 6/2 e 6/4.

A vitória de ambos diminui a distância entre eles e Guga, o primeiro colocado. Agora, o brasileiro tem apenas 28 pontos de vantagem sobre Hewitt e 67 sobre Agassi. Nesta terça-feira, Guga entra na quadra para enfrentar o croata Goran Ivanisevic.

Leia mais

Links externos

  • Data 12.11.2001
  • Autoria Marina Wentzel
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1MWN
  • Data 12.11.2001
  • Autoria Marina Wentzel
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1MWN