1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Queda de avião mata mais de 60 na Rússia

Boeing 737-800, operado pela companhia de baixo custo Flydubai, se acidentou na segunda tentativa de aterrissagem em aeroporto no sul da Rússia. Não há sobreviventes.

default

Destroços do avião acidentado no aeroporto de Rostov-on-Don

A queda de um avião de passageiros que ia de Dubai para o sul da Rússia neste sábado (19/03) matou todas as 62 pessoas a bordo. O acidente aconteceu quando a aeronave caiu em sua segunda tentativa de pouso no aeroporto de Rostov-on-Don.

O Ministério de Emergências da Rússia disse que a aeronave, um Boeing 737-800, operada pela companhia de baixo custo Flydubai, que é baseada em Dubai, caiu às 03:40 no horário local. A maioria das pessoas a bordo era russa.

"A aeronave bateu no chão e se quebrou em pedaços", informou o Comitê de Investigação da Rússia em um comunicado em seu site. "Havia 55 passageiros a bordo e sete membros da tripulação. Todos morreram."

Segundo a imprensa local, pelo menos 44 cidadãos russos, oito ucranianos, dois indianos e um do Uzbequistão estavam a bordo.

Os dois equipamentos de gravação de voo do avião foram recuperados sem danos, disse o comitê em um comunicado.

"Diferentes versões do que aconteceu estão sendo analisadas, incluindo erro de tripulação, uma falha técnica e as condições de mau tempo", disse o comitê.

Russland Absturz Passagiermaschine in Rostow am Don - Trauer

Flores no aeroporto em homenagem às vítimas

O presidente da Flydubai, Ghaith al-Ghaith, disse em uma coletiva à imprensa que era "muito cedo" para determinar a causa do acidente.

Em nota, a Flydubai afirmou que reúne toda a informação em torno do acidente da forma mais rápida possível e que vai tornar públicos todos os detalhes assim que disponha deles.

"Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar os afetados por esse acidente", acrescentou a nota, na qual a empresa também oferece toda seu colaboração às autoridades competentes.

Investigadores russos disseram que uma explosão aconteceu quando a aeronave se chocou contra a pista de aterrissagem, mas está descartado um possível atentado terrorista.

O aparelho realizou seu primeiro voo comercial em dezembro de 2010, um ano depois que a Flydubai começou a operar como companhia de baixo custo. Ela foi fundada pelas autoridades do país árabe para cobrir múltiplas rotas desde Dubai.

RPR/rtr/efe