1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Quatro alemães na terceira rodada

Thomas Haas, Rainer Schüttler, Marlene Weingärtner e Barbara Rittner ainda estão no páreo do Aberto da Austrália, dotado com 8,6 milhões de dólares em prêmios.

default

Tommy Haas apresentou uma excelente atuação na segunda rodada do Aberto da Austrália

Nesta quinta-feira (17), Thomas Haas causou furor no primeiro Grand Slam de 2002, que está sendo disputado em Melbourne, ao vencer o francês Jean François Bachelot em apenas 78 minutos de jogo, com parciais de 6/1, 6/2 e 6/3.

Seu adversário não era dos mais perigosos. Mesmo assim, a vitória é um acontecimento importante na carreira de Haas, que enfrentará o americano Todd Martin na próxima rodada. "Tommy é um dos mais talentosos tenistas da atualidade. Talvez eu o consiga superar com a cabeça, mas não com o corpo", confessou o americano, referindo-se ao fato de Haas ter uma incrível agilidade motora na quadra.

O alemão Rainer Schüttler, entretanto, precisou mostrar muito preparo físico para derrotar o espanhol Carlos Moya, por 3/6, 6/7 (4/7), 6/1, 7/6 (7/5), 6/2, na segunda rodada. O "homem maratona", como está sendo chamado pela imprensa alemã, jogou 3h46min até se sagrar vencedor da partida. "Estou acabado mas muito feliz. Com certeza dormirei muito bem esta noite", revelou o alemão após a vitória.

Seu próximo adversário será Roger Federer, número 11 do tênis mundial. As chances de Schüttler vencer a partida são boas, especialmente após a exibição desta quinta-feira, quando demonstrou muita disposição em continuar no torneio.

Feminino

A tenista Marlene Weingärtner conseguiu derrotar a italiana Antonella Serra Zanetti, por 6/4 e 6/2, classificando-se para a terceira rodada, a exemplo de Barbara Rittner, que na quarta-feira já havia garantido sua permanência no torneio ao vencer a luxemburguesa Anne Kremmer por 6/1 e 6/4.

A americana Meghann Schaughnessy será a próxima adversária de Weingärtner. "Eu me sinto mais responsável e madura e almejo jogar cada vez melhor. Eu estou muito bem", declarou a tenista que atualmente ocupa a liderança do tênis feminino alemão. Já sua compatriota Barbara Rittner terá uma missão difícil pela frente. Ela enfrentará a suíça Martina Hingis, que na quarta-feira derrotou a alemã Greta Arm em apenas 56 minutos.

Outra tenista alemã que não teve sorte na segunda rodada de jogos foi Martina Müller, que perdeu para a australiana Nicole Pratt por 1/6 e 2/6, na partida disputada nesta quinta-feira. "Me faltou um pouco mais de experiência", admitiu a tenista de 19 anos, que estava participando pela primeira vez do Torneio da Austrália.

Links externos