1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Quase um terço das famílias alemãs tem origem estrangeira

Estatística considera famílias com crianças menores de idade nas quais ao menos um dos pais é estrangeiro ou alemão naturalizado. Percentual subiu de 27% para 31% desde 2005.

Mais de 30% das famílias alemãs têm origens estrangeiras, afirma um estudo divulgado nesta terça-feira (03/02) pelo Departamento Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis).

Para o órgão, uma família é de origem estrangeira se ao menos um dos pais tem nacionalidade estrangeira, obteve a cidadania alemã por naturalização ou é um repatriado tardio [definidos pela legislação como alemães étnicos oriundos de países da antiga União Soviética e outros do Leste Europeu].

Considerando os dados do microcenso de 2013, mais de 2,5 milhões de um total de 8,1 milhões de famílias com crianças menores de idade se enquadram em pelo menos um desses requisitos.

Em comparação com o primeiro levantamento desse tipo, feito em 2005, as famílias com raízes estrangeiras aumentaram sua participação no total em quatro pontos percentuais (de 27% para 31%), o que corresponde a 131 mil famílias.

Entre 2005 e 2013, o número total de famílias com crianças menores de idade caiu em 837 mil na Alemanha. Em 2005, ele era de 8,9 milhões.

AS/dpa/afp/epd

Leia mais