1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Putin exalta patriotismo em desfile que marca vitória na Segunda Guerra

Em meio à crise da Ucrânia, Rússia celebra vitória soviética na Segunda Guerra e exibe seu poderio militar. Presidente participa da parada em Moscou e depois viaja para a Crimeia.

Em comemoração ao 69º aniversário da vitória da antiga União Soviética sobre a Alemanha nazista durante a Segunda Guerra, o tradicional desfile militar do Dia da Vitória tomou conta da Praça Vermelha, em Moscou, nesta sexta-feira (09/05).

A marcha deste ano ocorreu em meio a uma onda de patriotismo por causa da anexação da Crimeia, em março, e foi considerado por analistas como uma demonstração de poderia militar.

Em discurso aos soldados e veteranos de guerra, o presidente Vladimir Putin saudou "o triunfo de forças patrióticas" e afirmou que aqueles que derrotaram o fascismo não deverão jamais ser esquecidos. Foi uma referência indireta à Ucrânia, que, conforme o discurso do governo russo, estaria nas mãos de grupos fascistas de extrema direita.

"A vontade de ferro do povo soviético, seu destemor e sua resistência salvaram a Europa da escravidão. Foi o nosso país que perseguiu os nazistas e os derrotou totalmente, à custa de milhões de vítimas e sofrimentos terríveis", afirmou Putin.

Após o discurso, mais de 11.000 soldados participaram do desfile ao som de marchas e canções patrióticas, seguido por tanques e lançadores de foguete. Pelo céu da capital russa passaram cerca de 70 aviões de combate, incluindo caças com capacidade de usar armas nucleares.

Depois do desfile em Moscou, Putin viajou para Sevastopol, na Crimeia, onde vai participar de uma parada militar semelhante.

Neste ano, o 9 de Maio, feriado secular mais importante da Rússia, tem a crise da Ucrânia como pano de fundo. O Ocidente e o governo ucraniano acusam a Rússia de fomentar a agitação no leste da Ucrânia, onde insurgentes lutam contra tropas do governo e tomaram vários prédios públicos. Os separatistas pró-russos pretendem realizar, no domingo, um referendo sobre maior autonomia no leste da Ucrânia.

Desfiles semelhantes também foram realizados em outras regiões do país – e também nas cidades de Sebastopol e Kerch, na Crimeia. Na Ucrânia, a maioria dos desfiles foi cancelada.

Bildergalerie Siegesparade in Moskau 09.05.2014

Jatos sobrevoam o céu de Moscou durante a parada militar na Praça Vermelha

BWS/afp/ap/dpa/rtr

Leia mais