PSD orienta voto a favor do impeachment | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 13.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

PSD orienta voto a favor do impeachment

Partido da base aliada muda de posição e decide apoiar impedimento da presidente Dilma Rousseff. Kassab, ministro das Cidades, está livre para decidir se fica ou não no cargo.

O PSD, partido liderado pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, decidiu nesta quarta-feira (13/04) orientar sua bancada de 36 deputados a votar a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O tema foi abordado numa reunião do grupo parlamentar do PSD, em Brasília. "A ampla maioria dos deputados do PSD está a favor do processo", declarou o líder da bancada, Rogério Rosso, depois da reunião.

Segundo Rosso, a legenda vai respeitar a opinião contrária de uma ala minoritária da bancada na Câmara dos Deputados. Ele também disse que Kassab está livre para decidir se deixa ou não o comando da pasta.

O PSD, que integra a base aliada no Congresso, votou contra o impeachment na comissão especial que analisou o pedido, mas nesta quarta-feira mudou de posição. "Agora, o encaminhamento passa a ser favorável à admissibilidade", disse Rosso.

A saída de partidos como o PP, PRB e PSD da base aliada enfraquece Dilma e aumenta as chances de aprovação do impeachment na Câmara. A votação em plenário está marcada para o próximo domingo.

KG/abr/rtr

Assistir ao vídeo 03:07
Ao vivo agora
03:07 min

O passo a passo do impeachment

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados