1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Protestos contra reforma eleitoral em Hong Kong

Controversa lei a ser votada no Parlamento possibilitará que cidadãos escolham pela primeira vez chefe administrativo, mas candidatos deverão ser indicados por Pequim. Participação em protesto foi menor que esperada.

Milhares de pessoas saíram às ruas neste domingo (14/06) em Hong Kong para protestar contra a controversa votação parlamentar sobre uma reforma eleitoral. Cerca de 3,5 mil manifestantes marcharam no domingo pelas ruas da cidade. No entanto, o número de participantes foi bem abaixo das expectativas dos organizadores, que esperavam até 50 mil pessoas.

A reforma eleitoral – que deverá ser debatida nesta quarta-feira no Parlamento e posta em votação alguns dias depois – é há quase um ano alvo de protestos do movimento pela democracia de Hong Kong.

Ela deverá possibilitar que os cidadãos da ex-colônia britânica tenham o direito de escolher, pela primeira vez em 2017, seu chefe administrativo. Entretanto, os poucos candidatos terão que ser determinados por Pequim.

Em meses de protestos no ano passado, dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas e paralisaram a vida pública do lugar com seus acampamentos.

A manifestação deste domingo foi o prelúdio de uma série de novas reuniões que estão agendadas até a aprovação da lei. "Temos de continuar a lutar para conseguir de volta nossa Hong Kong e os nossos direitos políticos básicos", disse Johnson Yeung, representante dos organizadores do protesto.

MD/afp/rtr

Leia mais