1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Proposta de misturar ciência e religião indigna políticos alemães

Política democrata-cristã gera indignação ao sugerir que se aborde doutrina bíblica da criação na aula de biologia.

default

Escultura do homem de Neanderthal, exposta no museu que leva seu nome, em Mettmann

A secretária de Educação do estado de Hessen, Karin Wolff, não obteve apoio de outros estados para sua controversa proposta curricular de abordar a doutrina bíblica da criação na aula de biologia. A doutrina da criação e a teoria da evolução deverão continuar sendo ensinadas separadamente, segundo apontou uma pesquisa do Berliner Zeitung junto às secretarias estaduais de Educação.

Anteriormente, Wolff havia se referido a uma nova "ligação entre ciências naturais e religião", exigindo que o ensino de biologia veiculasse que o conhecimento tem limites. Cientistas e políticos oposicionistas rejeitaram com veemência a proposta da política democrata-cristã.

O parlamentar social-cristão Norbert Geis foi o único a se mostrar aberto à sugestão. "Ao chamar a atenção para o fato de que a bíblia atribui a criação do mundo a uma instância superior, é possível transmitir aos jovens que a ciência não pode garantir a última verdade", declarou ele.

Esta opinião, contudo, diverge do consenso de que a teoria da evolução deve ser abordada na aula de biologia, enquanto caberia ao ensino religioso veicular a doutrina da criação cristã. (sm)

Leia mais