Programa desenvolvido para smartphones transcreve vozes em legendas | Novidades da ciência para melhorar a qualidade de vida | DW | 09.10.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Programa desenvolvido para smartphones transcreve vozes em legendas

Tecnologia para smartphones desenvolvida por alemães ajuda deficientes auditivos, por exemplo, em consultórios médicos e salas de aula. Ideia é evitar a constante necessidade de intérpretes de linguagem dos sinais.

VerbaVoice é alternativa para linguagem de sinais

VerbaVoice é alternativa para linguagem de sinais

O lema da empresa de Michaela e Robin Nachtrab, a VerbaVoice, poderia muito bem ser "a vida com legendas". Usando a tecnologia que eles desenvolveram nos últimos três anos, o casal espera dar aos mais de 300 mil deficientes auditivos e pessoas com surdez que vivem na Alemanha a habilidade de se comunicarem no cotidiano sem uso de linguagem de sinais e sem intérpretes.

Tecnologia pode ajudar deficientes, por exemplo, em visitas médicas

Tecnologia pode ajudar deficientes, por exemplo, em visitas médicas

A tecnologia desenvolvida por Michaela e Robin usa smartphones para ajudar pessoas com dificuldades auditivas a se comunicarem com outras que não entendem linguagem de sinais.

No consultório médico ou em sala de aula, por exemplo, o usuário pode simplesmente apertar um botão e a voz de quem está falando será transmitida para uma central onde um transcritor regrava o conteúdo palavra por palavra para um programa de reconhecimento de fala treinado especialmente para a sua voz. O software então transcreve as palavras ditas em escritas e as transmite de volta ao smartphone, para que o usuário possa ler.

"Eu diria que estamos tentando criar uma espécie de Google para transcrição", diz Robin. O objetivo é chegar, no ano que vem, a pelo menos 27 mil horas de serviço a deficientes auditivos.

Transformar a ideia em realidade, porém, levou meses de trabalho, pesquisas e dinheiro – que eles não tinham para investir. "Precisávamos de desenvolvedores de programas e equipamentos, que são caros. E é difícil achar pessoas que queiram colocar dinheiro em um negócio que não alcança grandes lucros como outras áreas", conta Michaela. A solução foi encontrar fundos de investimentos em programas sociais e organização não governamentais.

Ajudar a comunicação

"Quando eu tinha 19 anos, eu fiz um ano de trabalho social e fiquei tocada pelas pessoas surdas e com dificuldades de ouvir. Eu vi que é preciso fazer mais para integrar essas pessoas na nossa sociedade e eu quiz fazer algo para vencer estas barreiras", explica Michaela Nachtrab.

Transcrição de linguagem falada em escrita através de VerbaVoice

Transcrição de linguagem falada em escrita através de VerbaVoice

Ela passou oito anos ajudando pessoas desempregadas com audição a arrumar um trabalho. "Eu vi que havia muitos problemas, especialmente em conseguir o intérprete certo para os deficientes auditivos no dia certo, no momento certo e no lugar certo", ela disse. "Então eu cheguei em casa e contei a meu marido sobre o problema. E ele disse: 'que tal fazer isso via internet?' E foi assim que tudo começou", conta.

Enquanto o VerbaVoice já vem sendo usado por dezenas de deficientes auditivos na Alemanha, o sistema continua em desenvolvimento. Um usuário precisa avisar previamente antes de usar o software para garantir que o transcritor estará preparado. Michaela e Robin Nachtrab esperam, porém, desenvolver mais para frente o uso de vozes sintetizadas para que, em um futuro próximo, não seja mais necessária a participação de uma terceira pessoa no processo.

"A ideia é, se você fala com uma pessoa mais frequentemente, podemos criar o que é chamado de um perfil de discurso com um modelo integrado de linguagem. Então não será necessário um intermediário, o software reconheceria a voz de alguém que fala ao sistema regularmente e será capaz de transcrever automaticamente", explica Robin Nachtrab.

Autora: Jenny Hoff (ms)
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais