1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Produção cai, mas consumo de vinho aumenta na Alemanha

A produção de vinho na Alemanha caiu em mais de um quarto, nos últimos dois anos. Apesar disto, o consumo e as vendas continuam aumentando.

default

Para os vinicultores, a qualidade do vinho é mais importante que a quantidade

A produção de vinho na Alemanha teve uma queda de 9,8%, no ano passado, em decorrência do mau tempo. Os dados finais da safra de 2001 foram divulgados agora pelo Departamento Federal de Estatísticas, que registrou uma produção total de 8,9 milhões de hectolitros. Isto significou não apenas uma queda de quase dez por cento em relação ao ano anterior: comparada à produção de 1999, a redução foi até mesmo de 26,7%.

Apesar da queda no volume produzido, a venda dos vinhos alemães continua aumentando, de acordo com informações da Associação Alemã dos Vinicultores, sediada em Bonn. Independente das condições climáticas, a tendência da vinicultura alemã é produzir menor quantidade, mas buscando a melhor qualidade possível. Isto incentivou o consumo do vinho na Alemanha, que aumenta de ano para ano.

Os vinhos da safra alemã de 2001 encheram um total de 1.185 milhões de garrafas de 0,75 litro. Estatisticamente, cerca de 14 garrafas para cada alemão. Os vinhos de alta qualidade ( Qualitätswein mit Prädikat) representaram 27% da produção total. A maior parte da safra (68%) rendeu vinho de qualidade ( Qualitätswein). Os chamados vinhos de mesa não passaram de 4% da produção total. Embora tenha aumentado ligeiramente a produção de vinho tinto (de 31% em 2000, para 32% no passado), continua sendo o vinho branco o produto marcante da vinicultura alemã, com 68% da produção.