+ Principais momentos do referendo sobre o Brexit + | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.06.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

+ Principais momentos do referendo sobre o Brexit +

Britânicos decidem deixar a União Europeia em resultado apertado, mas claro. Cameron anuncia renúncia em outubro, e libra tem forte queda. Eurocéticos festejam em toda a Europa.

Milhões de britânicos foram às urnas nesta quinta-feira (23/06) para votar no referendo sobre o chamado Brexit, que decidiu pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE). A contagem está encerrada. O Brexit venceu com 51,8% dos votos.

As urnas foram abertas às 7h (horário local), e os 382 locais de votação foram fechados às 22h. Mais de 46 milhões de eleitores foram às urnas nesta quinta-feira, que ficou marcada como a primeira vez em que um país-membro decidiu deixar o bloco europeu.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, anunciou na manhã desta sexta-feira que o Partido Conservador terá outro líder em outubro. O anúncio desencadeou uma corrida pela liderança do partido.

"Eu não acho que seria certo eu ser o capitão que levará nosso país ao seu próximo destino", disse Cameron a repórteres em Downing Street. Ele disse que já informou a rainha Elizabeth 2ª sobre sua renúncia ao cargo de premiê.

Veja como foi o minuto a minuto da apuração e as reações:

11h40 – Em artigo de opinião, Christoph Hasselbach, jornalista da DW, afirma que Brexit é uma catástrofe, mas, ressalta, que europeus não devem se deixar levar por sentimentos de retaliação.

__________________

11h33 – O presidente interino Michel Temer afirmou em entrevista à Rádio Estadão que o Brasil ainda precisa analisar os impactos econômicos do Brexit no país. Ele também declarou que não comentará a questão política do referendo.

__________________

11h30 – Após Brexit, Escócia volta a defender referendo para deixar Reino Unido.

__________________

11h20 – O papa Francisco espera que o voto britânico para deixar a União Europeia seja seguido de garantias para o bem do país e dos membros do bloco. "Isso requer uma grande responsabilidade da parte de todos para garantir o bem das pessoas do Reino Unido, assim como o bem e a coexistência com o continente europeu", declarou o pontífice que é um dos maiores defensores da UE.

__________________

11h08– Com o resultado do Brexit, a Espanha propôs sua participação no governo do enclave britânico Gibraltar. De acordo com o ministro espanhol do Exterior, Jose Manuel Garcia-Margallo, o referendo mudou completamente as perspectivas para o futuro da península.

"É uma mudança completa de perspectiva que abre novas possibilidades em Gibraltar que não eram vistas há muito tempo. Espero que a fórmula da soberania partilhada, ou seja, a bandeira da Espanha na região, esteja muito mais perto do que antes", ressaltou Garcia-Margallo.

A península na costa sul da Espanha é território britânico desde 1713 e possui 30 mil habitantes. Uma maioria esmagadora em Gibraltar votou pela permanência do Reino Unido na União Europeia.

__________________

11h – Britânicos votaram pelo Brexit. Confira o que acontece agora.

__________________

10h51 – Impacto do Brexit também foi sentido na Bovespa. Pregão opera em queda de 2,7%.

__________________

10h41– Bolsas de valores americanas abrem em queda após Brexit. Índice Down Jones começou o dia com recuou de 2,7%.

__________________

10h32 – O presidente americano, Barack Obama, anunciou que respeita a decisão dos britânicos de deixar a União Europeia (UE) e ressaltou que não haverá mudanças nas relações entre os EUA e o Reino Unido.

"O Reino Unido e a União Europeia continuam sendo parceiros indispensáveis dos Estados Unidos, mesmo quando começarem a negociar o futuro de suas relações", declarou Obama.

__________________

10h26– Em viagem pela Escócia, o pré-candidato republicano à Casa Branca Donald Trump comemorou o Brexit. "Amo ver pessoas recuperando seus países", disse a jornalistas.

No Twitter, o magnata escreveu "Acabei de chegar na Escócia. O lugar enlouqueceu por causa da votação. Eles recuperaram seu país, assim como nós recuperaremos os Estados Unidos".

__________________

10h17– "Continuaremos a agir como uma força para a paz, um provedor de segurança e um apoiador forte da cooperação internacional e do multilateralismo", cometeu a chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Federica Mogherini, sobre o Brexit, acrescentando que lamenta a decisão do Reino Unido.

__________________

10h

Assistir ao vídeo 00:56
Ao vivo agora
00:56 min

Primeiro distrito a favor do Brexit comemora vitória

__________________

9h57– A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, apelou à União Europeia (UE) e ao Reino Unido para que trabalhem em conjunto a fim de evitar uma saída brusca do país.

"Pedimos que as autoridades do Reino Unido e da Europa trabalhem colaborando para garantir uma transição suave para a nova relação econômica entre o país e a UE, incluindo o esclarecimento de procedimentos e objetivos gerais que guiarão o processo", disse Lagarde, ressaltando que o FMI continuará apoiando o Banco da Inglaterra e o Banco Central Europeu para que o sistema bancário tenha a liquidez necessária.

__________________

9h40 – O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que o resultado do referendo no Reino Unido reflete a insatisfação com a migração e preocupações sobre segurança. Líder avaliou ainda que Brexit não terá influência sobre sanções europeias contra a Rússia e prometeu tentar minimizar os efeitos da saída do país do bloco europeu na economia russa.

__________________

9h30

__________________

9h25 – O líder da legenda de extrema direita holandesa Partido para a Liberdade (PVV), Geert Wilders, defendeu a realização de um referendo semelhante ao Brexit na Holanda. O país irá às urnas escolher um novo parlamento em 2017 e os extremistas de direita lideram nas pesquisas de opinião.

Wilders anunciou ainda que o plebiscito sobre a permanência da Holanda na UE será um tema central na sua campanha eleitoral para primeiro-ministro.

__________________

9h15– Após a decisão do Reino Unido de deixar o bloco, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, espera que a União Europeia continue sendo um parceiro sólido das Nações Unidas em questões de desenvolvimento e humanitárias, como paz, segurança e migração.

__________________

8h30– O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, comparou a União Europeia com uma casa que precisa de uma reforma e ressaltou que o bloco precisa seguir adiante após a decisão do Reino Unido. "Sabemos que casa precisa de um reforma, mas ela continuará sendo nossa casa no futuro", disse.

__________________

7h44– Merkel anunciou reunião de emergência com líderes da Franca, Itália e União Europeia para a segunda-feira.

__________________

7h38– A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que os impactos do Brexit na UE dependem dos outros 27 países membros do bloco. Ela pediu ainda paciência e calma para analisar a situação e encontrar uma solução comum.

__________________

7h35– O presidente da França, François Hollande, afirmou que respeita a decisão dos britânicos e disse que as negociações precisam ser rápidas. "A votação é um teste duro para a Europa", declarou, ressaltando que o bloco deve concentrar seus esforços na criação de empregos e proteção de fronteiras.

__________________

07h00– Bolsas de valores asiáticas fecham em queda com Brexit. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 7,9%. A bolsa da Coreia do Sul caiu 3,1%. Já Xangai registrou queda de 1,3% e Hong Kong recuou 2,9%. As bolsas de Sydney, Taiwan e Mumbai também tiveram recuo.

__________________

06h54– O Banco Central Europeu (BCE) declarou estar pronto para administrar os impactos da saída do Reino Unido da União Europeia em mercados financeiros e no sistema bancário, inclusive com o fornecimento de liquidez adicional, se necessário, em euros e moedas estrangeiras.

__________________

06h44– Bolsas de valores europeias abriram em queda com o Brexit. Em Londres, o índice Financial Times começou o pregão em com um recuou de 8%, mas se recuperou ao longo da manhã, porém, continua com uma diminuição de 5%. Em Frankfurt, o DAX opera em queda de 7,3%.

__________________

4h30– Após o resultado do referendo, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, anunciou que deixará cargo em outubro.

"Eu não acho que seria certo eu ser o capitão que levará nosso país ao seu próximo destino", disse Cameron a repórteres em Downing Street. Ele disse que já informou a rainha Elizabeth 2ª sobre suas intenções.

__________________

03h07 – A contagem dos votos está completa. Os britânicos decidiram pela saída do Reino Unido da UE. O Brexit vence com 17.410.742 votos contra 16.141.241 favoráveis pela permanência na UE - 51,8% contra 48,2%.

__________________

01h59 – J.K. Rowling, escritora da série Harry Potter, criticou o premiê britânico David Cameron. "Escócia buscará a independência agora. O legado de Cameron será de ter quebrado duas uniões. Nenhuma delas precisava acontecer."

__________________

01h41 – O vice-chanceler da Alemanha, Sigmar Gabriel, foi claro em seu Twitter: "É um dia ruim para a Europa".

__________________

01h36 – O partido irlandês Sinn Fein pede por votação na reunificação irlandesa. O presidente da legenda, Gerry Adams, afirmou que se o Reino Unido deixar a UE o governo britânico "perdeu qualquer mandato" para representar os interesses das pessoas da Irlanda do Norte.

__________________

01h30 – Após os prognósticos do referendo, a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, afirmou que a Escócia "vê seu futuro na UE".

"A Escócia, claramente e decisivamente, votou pela permanência na União Europeia com 62% contra 38%", disse Sturgeon, que, antes do referendo, já tinha mencionado que o resultado poderia antecipar a independência escocesa.

__________________

01h14 – A jornalista da emissora britânica ITV, Allegra Stratton, publicou que Andy Coulson, ex-chefe de comunicações de David Cameron, acredita que o premiê britânico ponderá sua renúncia.

__________________

01h08 – Os ministros do Exterior dos seis Estados-membros fundadores da União Europeia devem se reunir, no sábado, em Berlim, para discutir as consequências do referendo britânico. No encontro participarão as delegações diplomáticas de Alemanha, França, Itália e os Estados do Benelux.

__________________

01h05 – Depois de 300 distritos eleitorais contabilizados, o Brexit está virtualmente completo.

__________________

00h59 – A campanha pela permanência na UE foi vencedora em Escócia e Irlanda do Norte. Já o Brexit predominou no País de Gales e em território inglês. Na Inglaterra, apenas no sudeste e em Londres predominaram os votos favoráveis pela permanência. Ou seja, áreas rurais e industriais decidiram pelo Brexit.

__________________

00h56 – 100% dos distritos eleitorais escoceses votaram pela permanência na UE. Com a provável saída do Reino Unido do bloco, resultado pode gerar uma crise constitucional e reativar os desejos separatistas da Escócia.

__________________

00h49 – As emissoras britânicas BBC e ITV projetaram a vitória do Brexit no referendo no Reino Unido.

__________________

23h54 – "Agora me atrevo a sonhar que a aurora está chegando a um Reino Unido independente", escreveu Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP). A jornalistas, ele acrescentou que "a vitória do Brexit é um bem para toda a Europa e que ela acabe com este projeto fracassado".

__________________

23h48 – País de Gales, tradicionalmente um território com forte presença do partido Trabalhista e ironicamente um dos países que mais receberam investimentos e subsídios da União Europeia no últimos anos devido a seus problemas econômicos, votou majoriatariamente pelo Brexit.

Com 18 dos 22 distritos eleitorais tiveram seus resultados divulgados. E apenas em três, venceu a campanha pela permanência na União Europeia.

__________________

23h42 – Passada a metade do 382 distritos eleitorais com seus resultados divulgados, o Brexit lidera com mais de meio milhão de votos: 7.997.820 favoráveis pela saída contra 7.490.270 pela saída.

__________________

23h34 – O Partido Trabalhista já estaria trabalhando com a possibilidade de o Brexit vencer o referendo, segundo o diário britânico The Guardian, que citou uma fonte partidária. No partido, especula-se que o líder da legenda, Jeremy Corbyn, deve pedir a renúncia do premiê David Cameron. Mas há membros do partido Trabalhista que acreditam, inclusive, que Cameron pode deixar o cargo por iniciativa própria.

__________________

23h27 – O ex-presidente do instituto de pesquisa YouGov Peter Kellner, anteriormente confiante com uma vitória da permanência na UE, mudou seu palpite sobre o resultado final do referendo. Ele classificou o suposto Brexit de "mau resultado para o Reino Unido e [...] constrangedor para mim".

__________________

23h14 – Com previsões praticamente impossíveis de serem dadas num momento em que a contagem está muito acirrada, vale reiterar as consequências de um Brexit para a América Latina.

__________________

23h01 – Liverpool divulga o resultado em seu distrito eleitoral: vitória para a campanha pela permanência na UE.

__________________

22h55 – Assim a libra esterlina está reagindo aos resultados do referendo do Brexit.

__________________

22h45 – A atriz Lindsay Lohan usou de maneira ávida sua conta no Twitter para postar mensagens referentes ao Brexit. E desencadeou um shitstorm sobre ela.
Ela até deu "dicas" de economia, afirmando que demorará 15 anos para recuperar a libra esterlina com a saída da UE.

__________________

22h38 – Reviravolta no resultado momentâneo, assim que saíram os resultados de distritos eleitorais na Irlanda do Norte e do norte da Inglaterra. Os cidadãos favoráveis pela permanência na UE estão em leve vantagem: 2.701.727 votos contra 2.635.401. Até então, a contagem terminou em 75 de 382 distritos.

__________________

22h29 – Com 38 distritos eleitorais apurados, o Brexit lidera com 53% dos votos.

__________________

22h23 – As casas de apostas estão dando o favoritismo ao Brexit, agora. A campanha pela saída da UE se tornou a favorita nas apostas pela primeira vez no referendo britânico. A casa Betfair está dando 51% favorável pela saída.

Google Trends, ferramenta que analisa as buscas online, divulgou que as pesquisas sobre "o que acontecerá se o Reino Unido deixar a UE" aumentou 250% na última hora.

__________________

22h21 – Com os resultados do referendo apontando para uma vitória do Brexit, a libra esterlina sofreu a maior desvalorização em relação ao iêne em 3,5 anos.

__________________

22h06 – A contagem de votos do referendo do Brexit não está encerrada, mas teorias sobre supostas fraudes já estão correndo pelas redes sociais. Este usuário afirma ter a prova de uma voluntária apagando um voto e trocando por outro. Será?

__________________

22h06 – País de Gales divulga os primeiros resultados. Nos quatro distritos eleitorais computados, até então, prevaleceu o Brexit.

__________________

22h03 – A campanha favorável pelo Brexit passou a marca de 1 milhão de votos. Com 31 dos 382 distritos eleitorais apurados, os eurocéticos somam 1.038.777 votos contra 901.013 pela permanência na UE.

Analistas falam em 16,8 milhões de votos para vencer o referendo.

__________________

__________________

21h40 – Com 15 dos 382 distritos eleitorais contabilizados, a disputa está bem acirrada: 497.630 votos favoráveis pelo Brexit, 494.603 favoráveis pela permanência.

Até então, a maioria dos eleitores em Escócia e Irlanda do Norte votaram pela permanência na UE, enquanto a maioria na Inglaterra votou pela saída. Ainda não houve resultados divulgados de País de Gales.

__________________

21h24 – O partido Alternativa para a Alemanha (AfD), que apoia uma política anti-imigração, postou na conta de sua filial em Berlim estar "animado" com os resultados preliminares do referendo do Brexit.

__________________

21h14 – Diferentemente do referendo pela independência, realizada em 2014, a participação popular na Escócia na votação pelo Brexit foi significativamente menor. Em Glasgow, por exemplo, apenas 56% dos eleitores registrados foram às urnas.

__________________

21h09 – A economia foi um dos principais pontos de argumentação nas campanhas de ambos os lados antes do referendo. Com a divulgação dos primeiros resultados favoráveis pela saída da União Europeia, a libra esterlina sofreu quedas bruscas no mercado de valores.

__________________

21h01 – Os distritos eleitorais Swindon e Broxbourne votaram pelo Brexit. Com isso aumenta a vantagem pela saída da UE: 266.721 votos contra 259.790.

__________________

20h53 – A primeira região da Irlanda do Norte tem seu resultado divulgado: Foyle decidiu pela permanência na União Europeia. Além disso, as Ilhas de Scilly, um minúsculo distrito eleitoral ao sul das ilhas britânicas também votou pela permanência. Curiosidade: 79% dos eleitores nas Ilhas de Scilly foram às urnas: 621 pela saída, 803 pela permanência.

__________________

20h47 – Antes de iniciar a contagem dos todos, todos os centros de apuração realizaram um minuto de silêncio em homenagem à deputada Jo Cox, assassinada enquanto fazia campanha no norte da Inglaterra, na semana passada.

__________________

20h38 – Apesar de quatro dos cinco distritos eleitorais terem votado contra a saída britânica da União Europeia, o Brexit lidera com uma mínima vantagem de 161.744 votos contra 158.537. No entanto, ainda restam as apurações de 377 regiões.

__________________

20h31 – Após a divulgação dos primeiros resultados, o líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, sinalizou que, independentemente do resultado, a disputa política continuará.

"Vencendo ou perdendo a batalha desta noite, nós iremos vencer a guerra", garantiu Farage, favorável pela saída da UE. "Reconquistaremos nossa independência. Reconquistaremos nosso país. Reconquistaremos nossas fronteiras."

__________________

20h22 – Até então, cinco distritos eleitorais tiveram seus resultados divulgados: Além de Gibraltar e Newcastle, as Ilhas Orkney e Clackmannanshire votaram a favor da permanência na UE, enquanto Sunderland pelo Brexit.

__________________

20h05 – A votação foi mais acirrada em Newcastle, segunda região a divulgar os números do referendo. Um total de 65.404 eleitores votaram pela permanência, e 63.598 votaram pela saída do bloco.

__________________

19h39 – Gibraltar é a primeira região a divulgar o resultado da votação local: 96% dos eleitores querem que o Reino Unido permaneça membro da União Europeia, enquanto 4% votaram pelo Brexit. O resultado já era esperado para a região, que tem vantagens com a permanência do país no bloco.

__________________

19h15 – Um grupo de 84 deputados eurocéticos que apoiam a saída do Reino Unido da União Europeia assinaram uma carta onde dizem que David Cameron deve permanecer como primeiro-ministro britânico independentemente dos resultados do referendo.

__________________

18h44 – Após o fechamento das urnas, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, agradeceu, no Twitter, aos que votaram contra o Brexit: "Obrigado a todo mundo que votou para manter o Reino Unido mais forte, mais seguro e melhor dentro da Europa".

__________________

18h35 – "Parece que a permanência [do país na União Europeia] vai levar vantagem", reconheceu Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido e um dos defensores ferrenhos do Brexit, em entrevista à imprensa local.

__________________

18h25 – "É um resultado muito acirrado e ainda é muito cedo para saber definitivamente. Mas com base nos números que estamos vendo, nas últimas tendências e nos precedentes históricos, nós acreditamos que a permanência na UE é um resultado mais provável", declarou Joe Twyman, coordenador da YouGov para pesquisas sociais e políticas na Europa.

__________________

18h11 – Momentos após o fechamento das urnas, a empresa YouGov, baseada no Reino Unido, divulgou uma pesquisa online realizada entre quase 5 mil eleitores britânicos: 52% afirmaram que votariam a favor da permanência do país na União Europeia, enquanto 48% votariam a favor da saída.

__________________

18h08 – A estimativa é de que 83,7% dos mais de 46 milhões de eleitores britânicos tenham comparecido às urnas nesta quinta-feira.

__________________

18h – As urnas em todo o Reino Unido já estão fechadas. Prévias do resultado devem sair nas próximas horas, mas resultado oficial só será conhecido no início da manhã na Europa, madrugada no Brasil.

__________________

17h53 – Cerca de 2 milhões de cidadãos da UE vivem e trabalham no Reino Unido. A perspectiva de que seu status no país seja alterado, caso os britânicos votem pela saída do bloco europeu no referendo desta quinta-feira, vem espalhando certo grau de pânico entre a comunidade. Essas pessoas poderão permanecer no país? Saiba mais.

__________________

17h47 – Quem ganha e quem perde com a saída do Reino Unido da UE? A possibilidade de britânicos deixarem o bloco europeu vem acompanhada de vários temores. Para economistas, um Brexit teria graves consequências para ambos os lados. Confira no vídeo:

Assistir ao vídeo 02:32
Ao vivo agora
02:32 min

Quem ganha e quem perde com a saída do Reino Unido da UE?

__________________

17h40 – As bolsas de valores da Europa fecharam em forte alta nesta quinta-feira, impulsionadas pela expectativa dos investidores de que o Reino Unido votará pela permanência na UE. Seguindo o otimismo, a libra (moeda britânica) também subiu em relação ao dólar em dia de referendo.

__________________

17h30 – As urnas no Reino Unido fecham em meia hora, às 22h do horário local. Chuvas torrenciais atingiram Londres e o sudeste da Inglaterra nesta quinta-feira, causando alagamentos e caos nos transportes públicos, o que pode ter impedido muitos eleitores de chegar aos locais de votação.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados