1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Primeiros dados oficiais apontam vitória da esquerda na Grécia

Levantamento parcial divulgado pelo Ministério do Interior mostra aliança esquerdista Syriza vitoriosa nas eleições parlamentares da Grécia. O partido conservador governista Nova Democracia chega atrás, em segundo.

As primeiras projeções oficiais das eleições parlamentares na Grécia, realizadas neste domingo (25/01), apontam clara vitória da aliança esquerdista Syriza. No entanto, o partido contrário ao programa de austeridade imposto pela União Europeia poderá não alcançar a maioria absoluta no Parlamento grego por uma pequena diferença.

Segundo o Ministério do Interior, o Syriza deve conquistar entre 149 e 151 dos 300 assentos que formam o Parlamento. O levantamento, porém, tem uma margem de erro de 0,5 ponto percentual. O partido liderado por Alexis Tsipras teria recebido em torno de 36,5%. Em segundo lugar viria a Nova Democracia, partido do atual primeiro-ministro, Antonis Samaras, que deve registrar 27,7% dos votos gregos – 76 assentos.

O terceiro mais votado, segundo projeção oficial, foram os radicais de direita do partido Aurora Dourada, com 6,3%, ou 17 assentos.

O ministério ressalta que o número exato dos assentos conquistados por cada partido nas urnas ainda não pode ser definido, pois eles ainda devem variar na medida em que a apuração dos votos avança.

Corte da dívida

Esse resultado é visto como decisivo para a futura política social e de austeridade econômica do país, altamente endividado. Tsipras, que deverá ser o novo primeiro-ministro grego, pretende manter o país na zona do euro, mas rejeita as imposições dos credores impostas ao país.

O líder do Syriza exige um corte da dívida, algo que os credores da chamada troica – União Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu – rejeitam categoricamente.

CA/MSB/dpa/afp

Leia mais